Embraer entrega 44 jatos no 3º trimestre de 2019

Entrega de aeronaves caiu 13% frente ao segundo trimestre deste ano

A Embraer anunciou nesta quinta-feira que entregou 44 jatos no terceiro trimestre de 2019, dos quais 17 foram comerciais e 27 executivos (sendo 15 leves e 12 grandes).

Trata-se de queda de 13% na comparação com o volume de entregas do segundo trimestre, quando a fabricante colocou no mercado 51 jatos, sendo 26 comerciais e 25 executivos.

Mas representa aumento de 13% comparado ao terceiro trimestre de 2018, quando a Embraer entregou 39 jatos, com 15 comerciais e 24 executivos.

No acumulado de janeiro a setembro, a Embraer aumentou a quantidade de aeronaves entregues em 2019 frente ao mesmo período do ano passado, com 117 contra 112, crescimento de 4,46%.

O resultado deve-se ao desempenho da Aviação Executiva, que cresceu 14,55%, com 63 jatos entregues no ano contra 55, no ano passado.

A Aviação Comercial caiu 5,26%, fechando os nove meses com 54 jatos entregues contra 57, no ano passado.

De acordo com a Embraer, a carteira de pedidos firmes a entregar em 30 de setembro deste ano totalizava US$ 16,2 bilhões, abaixo dos US$ 16,9 bilhões no fim do segundo trimestre. A carteira conta com 345 pedidos firmes a entregar e 442 opções de compra.

NOVO JATO.

Entre os destaques da companhia no terceiro trimestre, está a entrega do primeiro jato E195-E2 para a AerCap, maior companhia de arrendamento de aeronaves do mundo.

A operadora global do jato é a Azul Linhas Aéreas Brasileiras, que encomendou 51 aviões do mesmo modelo e receberá outras cinco unidades ainda em 2019.

A Embraer também entregou o primeiro KC-390 à FAB (Força Aérea Brasileira), em cerimônia na Base Aérea de Anápolis (GO), no começo de setembro.

Também fechou com o governo de Portugal a venda de cinco unidades do KC-390, em um contrato de 827 milhões de euros, cerca de R$ 3,68 bilhões.

Na Aviação Executiva, a fabricante fechou um contrato de US$ 1,4 bilhão para fornecer frota de jatos Praetor 500, Praetor 600 e Phenom 300 para a empresa norte-americana Flexjet, uma das líderes no mercado de transporte via jatos particulares.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.