Sobe para 19 número de mortos no incêndio de hospital no Rio

Agência Brasil | [email protected]

Subiu para 19 o número de mortos no incêndio no Hospital Badim, no bairro do Maracanã, no dia 12 de setembro deste ano. A décima nova vítima é uma paciente de 65 anos, que tinha sido transferida para o Hospital Quinta d’Or no dia do incêndio. O corpo da paciente, que morreu nesta quarta-feira (9), será encaminhado para o Instituto Médico-Legal (ML) Afrânio Peixoto para ser necropsiado.

O Hospital Badim aguarda resultado do laudo da necrópsia para identificar se houve correlação com o incêndio. Ontem (8), um homem de 77 anos morreu no Hospital Quinta d’Or, para onde foi transferido no dia do incêndio.

Dos 103 pacientes atingidos no incêndio e atendidos em hospitais das redes pública e particular, 19 morreram, 20 permanecem internados e dos 21 acompanhantes feridos, cinco continuam internados.

Em nota, a assessoria do Hospital Badim informou que, diariamente, a equipe médica acompanha a evolução do quadro clínico dos pacientes, colaboradores e familiares que deram entrada nas unidades de saúde em consequência do incêndio. "Reforçamos que a maior parte dos pacientes segue internada para a continuidade do tratamento das patologias que motivaram suas admissões no Hospital Badim”, diz a nota do hospital.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.