Caixa: se Selic cair, juros do crédito imobiliário podem diminuir mais

HABITAÇÃO. A taxa do crédito imobiliário da Caixa Econômica Federal continuará a cair caso o Banco Central reduza mais vezes a taxa básica de juros, a Selic. "Nós reagiremos a quaisquer movimentos de redução da taxa de juros pelo Banco Central. Se o BC continuar reduzindo juros, nós seguiremos essa redução", disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, ao divulgar a redução de juros do crédito imobiliário.

No dia 18 de setembro, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central reduziu pela segunda vez seguida a taxa Selic, que dessa vez passou de 6% para 5,5% ao ano.

Nesta terça, a Caixa anunciou a redução de até 1 ponto percentual nas taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos). A menor taxa passou de 8,5% ao ano para 7,5% ao ano e a maior: de 9,75% ao ano para 9,5% ao ano. As novas taxas serão válidas a partir da próxima segunda-feira (14).

Sobre a linha de financiamento imobiliário, lançada recentemente, com correção pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), o presidente da Caixa disse que não há previsão de redução de juros por ao menos seis meses, mesmo que a Selic fique menor..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.