Logo Jornal OVALE

Reforma aprovada em 1 turno na Cmara por 379 votos a 131

O segundo turno pode ocorrer at o final desta semana, segundo o presidente da Cmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ); Congresso entra em recesso em 18 de julho. Entre cada turno preciso um intervalo de cinco sesses

Da redao @jornalovale | @jornalovale

O Plenrio da Cmara dos Deputados aprovou em 1 turno, por 379 votos a 131, o texto-base da reforma da Previdncia (PEC 6/19). Em seguida, os parlamentares comearam a votar os destaques apresentados proposta, mas que no haviam terminado at o fechamento desta edio.

A matria foi aprovada na forma do substitutivo do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), que apresenta novas regras para aposentadoria e penses.

O segundo turno pode ocorrer at o final desta semana, segundo o presidente da Cmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O Congresso entra em recesso em 18 de julho. Entre cada turno preciso um intervalo de cinco sesses do plenrio. Mas esse prazo pode ser derrubado, caso seja aprovado um requerimento pedindo isso.

Depois, se aprovado, o texto vai para anlise do Senado. L, passar pela Comisso de Constituio e Justia. No h comisso especial para analisar o projeto. Na sequncia, vai ao plenrio do Senado, onde tambm precisa ser aprovado em dois turnos, com 49 votos em cada, ou 3/5 dos senadores.

A reforma da Previdncia muda regras para conseguir a aposentadoria, estabelecendo uma idade mnima de aposentadoria de 62 anos para mulheres, com 15 anos de contribuio, e de 65 para homens, com 20 anos de contribuio. Tambm alterou a forma de clculo do valor da aposentadoria, na prtica, reduzindo os benefcios.

O texto ainda afeta servidores, professores, policiais, penses por morte, aposentadorias por invalidez e do deficiente e at o abono do PIS/Pasep.

TENSO.

Aps a aprovao em primeiro turno, anunciada pelo presidente da Cmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), houve bate-boca entre deputados da situao e da oposio, inclusive Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, que discutiu com uma deputada do PT, contrrio reforma e que previu aumento da pobreza..