Logo Jornal OVALE

Para 25,7% dos brasileiros, Bolsonaro deve priorizar sade durante o governo

De acordo com a Paran Pesquisas, a gerao de empregos a segunda maior preocupao das pessoas, com 23,3% de citao dos entrevistados, seguido pela segurana, com 17,4%

Da reda[email protected] | @jornalovale

Para 25,7% dos brasileiros, a área de saúde deve ser a prioridade do governo do presidente Jair Bolsonaro. Os dados do levantamento foram divulgados pelo instituto Paraná Pesquisas, nesta terça-feira. De acordo com a entidade, a geração de empregos é a segunda maior preocupação, com 23,3% de citação dos entrevistados. A pesquisa foi estimulada.

Em terceiro lugar está a segurança, preocupação de 17,4% das pessoas, seguido pela educação (15,6%), combate à corrupção (7%), economia (4,6%) e novas leis de trânsito (0,3%). Outros 5% não souberam responder, enquanto 1% disse que nada deve ser prioridade do governo.

A saúde é a maior preocupação entre quase todas as camadas. Mas, entre os homens, a geração de empregos (26,1%) deveria ser a prioridade, enquanto 23,1% se preocupam mais com a saúde. Entre as mulheres, a saúde é prioridade para 28,1%, enquanto a geração de empregos vem em seguida, com 20,8%.

A geração de empregos também supera a preocupação em saúde entre as pessoas da região Nordeste, onde 25,5% querem mais trabalho, contra 25% que têm a saúde como prioridade.

A saúde tem mais preocupação das pessoas com mais de 60 anos: 29,4% entendem que deveria ser prioridade de Bolsonaro, seguido pela geração de empregos, com 23,9%.

A Paraná Pesquisas ouviu 2.102 pessoas em 26 estados e Distrito Federal e em 158 cidades do país, entre os dias 20 e 25 de junho. A margem de erros da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, com 95% de confiança..