Logo Jornal OVALE

Lula diz que a 'verdade no morre'

Advogado dele explica que o teor das conversas deve ser usado por recursos que a defesa apresentar Justia

Das agncias @jornalovale | @jornalovale

O ex-presidente Luiz Incio Lula da Silva disse na manh de hoje aos seus advogados estar surpreso com o grau de "promiscuidade" da relao entre os integrantes da operao Lava Jato e o ex-juiz federal e atual ministro da Justia e Segurana Pblica, Sergio Moro, aps a divulgao de conversas pelo site The Intercept Brasil no ltimo domingo.

Em reunio com seus defensores, ele ratificou que j sabia do suposto conluio entre seus acusadores e seu julgador, mas ressaltou que no esperava que isso se tornasse pblico to rapidamente.

"A verdade fica doente, mas no morre nunca", disse Lula, segundo o seu advogado.

O advogado Jos Roberto Batochio esteve com Lula por cerca de duas horas na carceragem da PF (Polcia Federal) em Curitiba (PR), onde o ex-presidente est preso desde abril de 2018 por conta de uma acusao de corrupo feita pela prpria Lava Jato. O advogado Cristiano Zanin, que tambm defende o ex-presidente, participou da visita.

Zanin explicou que o teor das conversas deve ser usado por recursos que a defesa do ex-presidente apresentar Justia em busca de sua liberdade. Ele disse que a estratgia para apresentao desses recursos ainda est em discusso pela equipe que defende Lula. Segundo apurao do blogueiro Jamil Chade, do UOL, a defesa j definiu que usar as conversas no processo que ser levado ao Conselho dos Direitos Humanos da ONU..