Entraram em vigor as novas medidas da Caixa que vo facilitar o financiamento imobilirio

O banco tambm renovou carncia de seis meses para novos contratos imobilirios

Brbara Stephanie Monteiro | @Barbara_Ovale

Agora, as pessoas físicas que assinarem contratos novos de financiamento imobiliário pela Caixa Econômica Federal no SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) pagarão taxas menores. A redução do juros poderá chegar a 0,5 p.p (ponto percentual), que passarão a variar entre TR (Taxa Referencial) mais 6,25% ao ano e TR mais 8% ao ano, dependendo do perfil do cliente.

Nas linhas de crédito corrigidas pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que cobram IPCA mais 2,95% ao ano, a diferença é ainda maior. Privilegiada pela baixa inflação em 2020, a prestação inicial para os novos contratos está em R$ 1.040,70, redução de 46% no preço da parcela em comparação com dezembro de 2018. 

O banco ainda irá facilitar a retomada do pagamento do financiamento para quem pediu a suspensão da dívida. Será permitido quitar a prestação de forma parcial: entre 50% e 75% do valor por até seis meses - que dependerá do perfil do contratante.

Com as medidas, a Caixa prevê beneficiar 830 mil famílias, envolvendo um montante de R$ 83 bilhões considerando renegociação de dívidas e novos contratos.

REPERCUSSÃO.

A assessora de investimentos e sócia-fundadora do escritório Ikedo Investimento, Luciana Ikedo, defende o plano. Para ela, esse conjunto de ações traz um alívio para o fluxo de caixa de curto prazo das famílias. "Não há riscos adicionais para o cliente que aderir às novas condições. São procedimentos realmente vantajosos aos usuários", defendeu a especialista.

Entretanto, a assessora alerta que antes de qualquer tomada de decisão quando envolve financiamento é fundamental ter alguns cuidados. "Para quem deseja financiar, é indispensável avaliar bem se o valor das parcelas irá caber no orçamento. Nos casos de quem já possui o acordo, penso que a suspensão das parcelas e a retomada gradativa ajudarão o encaixe do fluxo de caixa. Assim, mesmo que não tenha acontecido redução na renda familiar, essas medidas podem ajudar na constituição da reserva de emergência para necessidades pontuais que possam surgir no curto e no médio prazo". 

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 23 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.