Fabricao de motocicletas registra o melhor resultado do ano em setembro

A expectativa produzir ao todo este ano, 937.000 motocicletas, que representaria retrao de 15,4% na comparao com 2019

Brbara Stephanie Monteiro | @Barbara_Ovale

A fabricação nacional de motos teve alta de 13,1% em setembro comprado ao mesmo período do ano passado. No total, 105 mil unidades foram produzidas - sendo o melhor resultado de 2020 até agora. Os dados são da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares).

Apesar do saldo positivo, o setor ainda demostra retração de 17,1% da fabricação no acumulado desde janeiro. Nos nove primeiros meses do ano, foram produzidos 693,5 mil veículos; contra 836,4 mil na comparação com 2019.

“A produção de motocicletas foi fortemente impactada no período mais crítico da pandemia, e os números comprovam isso. No entanto, desde a retomada gradual das atividades, as fábricas registram curva ascendente. Este quadro se confirmou em setembro, quando alcançamos o melhor resultado do ano”, afirmou em nota o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.

Ainda não há previsão para o fim da crise do novo coronavírus ou como a economia irá reagir no pós-pandemia, mas o que tudo indica é que o segmento deverá apresentar uma queda menor do que os outros setores da industria.

"Hoje a motocicleta é indicada para evitar a aglomeração natural no transporte público, representando um meio de transporte ágil, econômico e de baixo custo de manutenção. Também passou a ser um instrumento de trabalho e fonte de renda para as pessoas que passaram a atuar nos serviços de entrega”, ponderou Fermanian.

MERCADO.

As vendas no atacado - das fábricas para as concessionárias - subiram 4,4% (100.656 motos) ante agosto (96.415 unidades) e 5,6% acima do mesmo mês do ano passado (95.282 motocicletas). No acumulado, as vendas no atacado somaram 665,6 mil unidades, uma queda de 18,4% em relação a 2019.

Segundo a avaliação da Abraciclo, as fábricas deverão repassar para as concessionárias 909.000 motocicletas, volume 16,2% menor do que o registrado em 2019 (1.084.639 unidades). A estimativa inicial, ainda do começo do ano, apontava 1.147.000 unidades.

Já no caso das exportações a queda no acumulo foi de 18,8%. Nos primeiros nove meses de 2020, foram vendidas para o exterior 23,6 mil motos. A Argentina é o principal destino, com 7,2 mil unidades. Em seguida vêm a Colômbia (4,5 mil unidades) e os Estados Unidos (4,3 mil unidades).

Com este novo cenário, a Abraciclo revisou suas projeções. A expectativa é produzir ao todo este ano, 937.000 motocicletas, que representaria retração de 15,4% na comparação com 2019 (1.107.758 unidades). 

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 23 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.