Descarte corretamente seu lixo e proteja os profissionais da coleta

Todo cuidado é pouco para garantir a segurança da equipe de coleta da cidade

OVALE BrandStudio | @jornalovale

O isolamento social, as medidas de restrições e a prática do trabalho em casa elevaram, significativamente, o volume de lixo doméstico produzido na cidade. Dessa forma, é necessário aumentar o cuidado na hora de separar os resíduos – especialmente, aquelas pessoas com sintomas de gripe –, para garantir a segurança das equipes de coleta.

Nesse sentido, a Secretaria de Meio Ambiente de Jacareí está seguindo as orientações do Sevisa (Sistema Estadual de Vigilância Sanitária), e informa para a população quais são as medidas recomendadas para todos nestes casos. Sempre que houver condições físicas que possibilitem armazenar os sacos secundários de forma a evitar o contato com crianças e animais, eles deverão ser mantidos no domicílio do paciente por 72 horas, antes da disposição para a coleta domiciliar.

Cuidado em dobro.

Para os coletores, a rotina mudou: “A gente lava as mãos com mais frequência. E com muito mais cuidado”, conta o coletor Arielton Paixão Rosa Silva, de 29 anos. “Quanto mais protegido entrarmos na cabine, melhor. É uma forma de cuidar da gente e de quem está dirigindo. Lavamos, por exemplo, a mão do lado de fora do caminhão”, continuou ele. Essencial na rotina da cidade e, especialmente, durante a quarentena, os coletores estão durante a quarentena recolhendo muito mais lixo, uma vez que houve um aumento da produção de dejetos.

E, quando chegam em casa, adotam o procedimento que a população deve repetir dentro de suas residências. “A primeira coisa que a gente faz é entrar no banheiro e tirar a roupa. Põe lá num cantinho, toma um banho e se cuida. Depois fala com a família”, diz o coletor Gabriel Minussi Mozart de Brito, de 20 anos, exemplo a ser seguido dentro e fora de casa.

Macaque in the trees
Orientação

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.