Estado anuncia crédito para indústria cultural para amenizar crise

Thais Perez @_thaisperez | @_thaisperez

O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta quinta-feira, 19 de março, a abertura de uma linha de créditos para profissionais de cultura, turismo e pequenos empresários.

A ação é uma resposta direta a crise econômica causada pelo risco de contaminação do Covid-19, que tem afetado principalmente o setor cultural.

De acordo com o governador João Doria (PSDB), o governo realizará a liberação de R$ 275 milhões para aquecer a economia do estado.

Os empréstimos serão realizados com condições especiais, sendo elas taxa de 1,2%, carência de 12 meses e pagamento em até 60 meses.

"É um empréstimo de capital de giro, então pode ser usado para pagar funcionários, contas. Não é necessário especificar para o que o dinheiro será usado. Essa ajuda deve manter os micro e pequeno empresários assegurados durante a crise", afirma o secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão.

Segundo o secretário, por enquanto, esse é o único auxílio em dinheiro que o estado fará à classe criativa.

"Temos que realizar o que é viável dentro da dimensão estadual. Vamos ajudar essas empresas a passarem pelo tempo de tormenta", completa o secretário.

Ele também conta que ele e Doria se reuniram com CEO's de empresas que estão localizadas em São Paulo, fazendo um apelo para que elas não abandonem os patrocínios às atividades culturais.

Segundo Doria, o impacto da crise na cultura corresponde a R$ 34,5 bilhões.

"Nada está sendo cancelado, no segundo semestre, voltaremos a ter as atividades normalmente", disse Leitão, que afirma que o edital do Proac (Programa de Ação Cultural) deve ser lançado em breve e "com investimento recorde".

O Governo de São Paulo liberou uma série de conteúdos culturais online para ajudar a população a passar pelo período de quarentena. Estão sendo disponibilizados erão disponibilizados conteúdos completos com shows de música, concertos, visitas virtuais a museus, palestras, bate-papos, livros, espetáculos, entre outros formatos.

Um dos conteúdos inéditos são vídeos dos shows da Jazz Sinfônica que aconteceram durante o Festival de Inverno de Campos do Jordão. São shows orquestrados de artistas como Lenine e Carlinhos Brown. Também foram disponibilizados conteúdos como trechos de óperas e espetáculos da São Paulo Companhia de Dança, como O Lago dos Cisnes.

A secretaria também abriu o diálogo para que serviços privados de cultura liberem seus catálogos para a população.

"Fazemos esse pedido para que eles nos acompanhem nesse esforço", finaliza..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.