Logo Jornal OVALE

Em novo filme, Jack Malik descobre que acordou em um mundo sem os Beatles

Thais [email protected]_thaisperez | @_thaisperez

Parar para pensar em como seria o mundo sem Beatles é quase impossível. Oasis seria a banda que os irmãos Gallagher não sonhariam em tocar. E o Black Sabbath, então, teria inventado o Heavy Metal se Ozzy não tivesse ouvido "Helter Skelter"? Também é possível que Kurt Cobain não tivesse metade da genialidade que teve. E as Boy Bands então? Nem um rastro delas existiria se não fosse pelos Beatles.

No filme "Yesterday", após sofrer um acidente, o cantor e compositor Jack Malik (Himesh Patel) acorda em uma realidade alternativa em que sua melhor amiga não entende suas referências à músicas dos Beatles. Dirigido por Danny Boyle, ganhador do Oscar por "Quem Quer Ser Milionário" e do clássico "Trainspotting", o filme não transforma essa premissa em um filme de terror (afinal, o que faríamos sem os Beatles?), mas sim em uma aventura de um homem só.

Ao se ver em um mundo em que ninguém lembra das composições de Paul, Ringo, Lennon e Harrison, Jack vê a oportunidade de finalmente se tornar famoso fazendo o que gosta. Cansado de tentar emplacar suas composições, o músico fracassado vê um caminho para o sucesso ao utilizar músicas dos Beatles.

Apesar de não ter o carisma (nem os cabelos) do quarteto de Liverpool, Jack Malik alcança o sucesso e é considerado um gênio de sua época por conta de composições que não são suas.

Vivendo a magia de tocar músicas clássicas para um mundo que nunca as ouviu, Jack ainda tem que lidar com um romance mal resolvido com sua melhor amiga e empresária Ellie, interpretada por Lily James.

Sem chances de viver o amor por conta de uma indústria fonográfica que exige sua total atenção e cantando canções sobre lugares que nunca visitou, Jack se vê em um dilema sobre a moralidade de tocar músicas que não foram escritas por ele.

Recheado de músicas do quarteto britânico, o filme também tem uma participação especial do cantor Ed Sheeran, que interpreta ele mesmo. Para beatlemaníacos ou não, "Yesterday" é uma obra otimista e emocionante, capaz de explicar como ninguém de que maneira os Beatles conseguiram fazer músicas que tocam qualquer coração -- verdadeiramente universais..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.