Câmara de São José cogita sessões remotas em meio à pandemia

Da redação @jornalovale | @jornalovale

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a Câmara de São José dos Campos estuda promover sessões com deliberação remota - ou seja, sem a presença dos vereadores no plenário.

Na sessão do dia 2, o Legislativo aprovou projeto da Mesa Diretora que inclui essa previsão no Regimento Interno da Casa.

Segundo o projeto, o sistema poderá ser adotado "exclusivamente em situações de guerra, convulsão social, calamidade pública, pandemia, emergência epidemiológica, colapso do sistema de transportes ou situações de força maior que impeçam ou inviabilizem a presença de um ou mais vereadores na sede da Câmara".

Caso o sistema seja adotado, a votação de matérias será feita por meio de conexão simultânea à internet, e as sessões serão transmitidas pela TV Câmara.

Apesar da aprovação do projeto, não há uma data prevista para a votação remota ser adotada, pois a Câmara ainda estuda como esse modelo será implementado. A próxima sessão ordinária está marcada para o dia 16 de abril.

Na região, outras Câmaras, como a de Taubaté e a de Jacareí, suspenderam a realização de sessões ordinárias durante a pandemia. O sistema de votação remota, cogitado em São José, tem sido adotado no Congresso Nacional..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 8,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.