PSL de São José ignora racha nacional e usa Bolsonaro em pré-campanha

Mesmo após deixar o partido, presidente é usado como 'cabo eleitoral' em eventos de pré-candidatura de Letícia Aguiar ao Paço Municipal

Caíque [email protected] | @caiquetoledo

Ignorando o racha nacional, o PSL de São José dos Campos usa o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nos eventos de pré-campanha ao Paço Municipal.

Bolsonaro deixou o partido ainda no ano passado, após discussão com o presidente da sigla, o deputado federal Luciano Bivar. Desde então, prepara a criação do Aliança Pelo Brasil, que será seu novo partido.

Em São José, no entanto, a imagem do presidente ainda está vinculada ao PSL. Em eventos feitos pela cidade pelo diretório municipal, foram exibidas fotos de Bolsonaro, ainda com o logotipo do partido, e frases de apoio a deputada estadual Letícia Aguiar, pré-candidata ao Executivo.

Na eleição de 2018, Letícia ganhou repercussão ao se apresentar como 'filha adotiva' de Bolsonaro. Com a vitória do hoje presidente, também foi eleita para a Assembleia Legislativa.

Agora, mesmo com a troca da sigla, a imagem de Bolsonaro ainda é usada pelo partido em São José. "Desde 2015 quando iniciamos nossa caminhada ao lado do então deputado federal Jair Bolsonaro, sempre deixamos claro o nosso apoio a ele, e hoje, como Presidente do Brasil, continuamos o apoiando da mesma forma, independente de sigla partidária. O nosso compromisso é com pessoas, é com o Brasil", afirmou, em nota, o diretório municipal do PSL.

Nesta terça-feira, em evento da sigla no bairro Jardim da Granja, na zona leste, havia uma foto de Bolsonaro, com os dizeres "Vamos endireitar o Brasil. Leticia, [presidente municipal, Anderson] Senna (sic) conto com vocês" e o logo do próprio PSL, em material usado pelo partido antes da saída do presidente.

Em nota, o diretório nacional do PSL afirmou que o partido "não utiliza" a imagem de Bolsonaro e nem recomenda "que os filiados o façam", mas que, por se tratar em material particular da deputada, o partido "não tem participação ou ingerência", reforçando que "não existe, neste momento, nenhuma proibição formal neste sentido.".

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.