Licitação para câmeras é suspensa por tempo indeterminado no Legislativo de São José

Para "análise de aspectos técnicos", a Câmara de São José dos Campos decidiu suspender, por tempo indeterminado, a licitação para contratação de um serviço de monitoramento por câmeras. A decisão foi tomada na última segunda-feira. Nessa quarta-feira estava prevista a continuação da sessão do pregão, com as cinco empresas que restam, mas a atividade sequer foi realizada.

Na primeira sessão do pregão, realizada no dia 12 de dezembro, a empresa Teltex apresentou a menor proposta - R$ 4,547 milhões pelo contrato de 48 meses, ante um valor máximo que era de R$ 11,424 milhões. Na fase de testes, no entanto, a Teltex foi desclassificada, por não apresentar todas as amostras exigidas no edital.

As outras cinco empresas apresentaram propostas que variam entre R$ 10,752 milhões e R$ 11,423 milhões..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.