Primeira licitação para a Linha Verde será aberta na semana que vem

De acordo com o prefeito Felicio, essa primeira concorrência terá como objeto o sistema de transporte rápido que será utilizado no corredor viário; a expectativa é que seja adotado o modelo de VLP (Veículo Leve sobre Pneus)

Julio Codazzi e Thaís [email protected] | @jornalovale

A primeira licitação do projeto Linha Verde deve ser lançada na próxima semana. O anúncio foi feito pelo prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB).

Essa concorrência terá como objeto o sistema de transporte rápido que será usado no corredor viário. A expectativa é que seja adotado o modelo de VLP (Veículo Leve sobre Pneus).

Já a licitação para definir a empresa que irá construir o corredor, que interligará as regiões sul e leste de São José, passando pelo centro da cidade, deve ficar para o início de 2020. "Na primeira semana de dezembro os editais dos trens, do sistema de transporte, já será aberto. Aí, no início de janeiro, o edital da obra em si. Então são duas etapas", disse o prefeito.

"Os trens serão licitados ainda esse ano, pois a entrega prevista para esses equipamentos é para abril de 2021. Como são equipamentos inovadores, eles precisam ser fabricados de acordo com as especificações que nós estamos realizados. Temos que fazer a licitação esse ano ainda, para dar tempo", explicou o tucano.

O orçamento de 2020 prevê a obtenção de R$ 80 milhões por meio de uma operação de crédito para tirar do papel a Linha Verde. Desse total, R$ 50,9 milhões estão previstos no orçamento da Secretaria de Gestão Habitacional e Obras e outros R$ 29,1 milhões na pasta de Mobilidade Urbana.

O valor necessário de financiamento pode ser menor, já que a prefeitura solicitou que o governo estadual invista R$ 30 milhões no projeto. O argumento do município é que, como irá interligar Jacareí a Caçapava, a Linha Verde terá um perfil intercidades.

O pedido foi feito em setembro, mas o governo João Doria (PSDB) ainda não respondeu. "A gente sabe que está passando por um processo burocrático dentro do estado, nós encaminhamos uma documentação, e temos expectativa de ainda esse ano ter uma boa notícia do governo do estado. Mas, caso não tenha, a gente tem um 'plano b' para poder atuar nisso", disse Felicio..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.