CPI da Essencial solicita prorrogação do prazo

Presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Essencial, a vereadora Gorete Toledo (DEM) solicitou a prorrogação do prazo para conclusão dos trabalhos. Criada em março, a comissão tinha inicialmente 180 dias para apresentar o relatório final. Com a prorrogação, que depende de aval do plenário, o prazo será estendido até o fim da legislatura, em dezembro de 2020.

A CPI foi aberta pela Câmara para apurar atrasos nos pagamentos dos salários de médicos que prestam serviço para a empresa, contratada em fevereiro de 2016 e que atua em quatro unidades de urgência e emergência da rede municipal - PSM (Pronto Socorro Municipal), PA (Pronto Atendimento) do Cecap e UPA's (Unidades de Pronto Atendimento) San Marino e Santa Helena.

Até agora, foram feitas apenas duas oitivas: do secretário de Saúde, João Ebram Neto, e de Mauro Hamilton Bignardi, sócio da empresa. Ambos creditaram os atrasos nos salários dos cerca de 200 médicos terceirizados a falhas no repasse por parte do município. 

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.