Nossa Região

Fase de transição do Plano SP segue até 15 de julho no Vale

Com nova prorrogação no Plano São Paulo, estabelecimentos devem permanecer sem novas flexibilizações

Da redação@jornalovale
26/06/2021 às 00:28.
Atualizado em 24/07/2021 às 01:08
Manutenção. Estabelecimentos devem seguir com mesmas regras (Governo SP)

Manutenção. Estabelecimentos devem seguir com mesmas regras (Governo SP)

O governo estadual anunciou nesta semana mais uma da série de prorrogações da fase de transição do Plano SP, agora estendida, ao menos, até 15 de julho. A última previsão era a de que essa etapa do planejamento se encerrasse em 30 de junho.

Com a decisão do governo João Doria (PSDB), os estabelecimentos comerciais devem seguir com as mesmas regras: fechamento máximo até às 21h e com atendimento máximo de até 40% da capacidade de público.

A medida foi recomendada pelo Centro de Contingência do Estado, após aumento de novos casos e de óbitos pela doença, principalmente em regiões do interior como Barretos, Bauru e Marília.

"De fato, tivemos da semana passada pra cá um aumento do indicador de casos por 100 mil habitantes, tínhamos em torno de 480 e passou para 520, aumento de 18%. Por outro lado, o indicador de internações por 100 mil habitantes teve movimento contrário: passamos de 82 para 78, uma redução de 5%", disse o coordenador do Centro de Contingência, Paulo Menezes. "A gente sabe que a situação no interior começa a ficar bastante distinta da situação na Grande SP e Baixada Santista, de forma que o Centro de Contingência já havia feito recomendação para ações regionais, no sentido de medidas mais restritivas quando necessário, e isso tem sido feito", continuou.

No Vale, a ocupação de leitos de UTI para Covid está em 75,4% e, no caso dos leitos de enfermaria, em 49,7%. A variação semanal de internações teve queda de 7,5%..

Paulo Menezes (Governo SP)
Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por