Nossa Região

Doria promete vacinação até setembro e quer assinar trem intercidades até o fim do ano

Em visita ao Vale do Paraíba, governador reafirma promessa de vacinar toda população adulta de SP em três meses e quer apresentar projeto do trem ainda em 2021; anuncia R$ 136 milhões para estradas da região

Da redação@jornalovalePublicado em 19/06/2021 às 00:38Atualizado há 24/07/2021 às 01:47
O governador João Doria (PSDB) em visita a Taubaté (Caíque Toledo / OVALE)

O governador João Doria (PSDB) em visita a Taubaté (Caíque Toledo / OVALE)

Em visita ao Vale do Paraíba nesta sexta-feira (18), o governador João Doria (PSDB) reafirmou a intenção de vacinar toda a população adulta de São Paulo até o dia 15 de setembro e prometeu, ainda este ano, lançar o trem intercidades na região.

O tucano esteve em Taubaté para uma série de inaugurações e liberações de obras, e, durante o evento, anunciou o investimento de R$ 136 milhões em rodovias da RMVale.

Durante seu discurso, Doria afirmou que o estado de São Paulo já atingiu 52 milhões de doses, e voltou a prometer vacinação da população adulta. "Até 15 de setembro, São Paulo terá feito a vacinação de todos os paulistas, brasileiros e estrangeiros com mais de 18 anos que residam no estado", disse o tucano.

O governador também disse acompanhar a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid-19, no Senado Federal, e que há convicção de que "houve um desleixo muito claro" do governo Jair Bolsonaro (sem partido) na condução da pandemia. "Teremos mais dois ou três meses pela frente, mas, como cidadão, me sinto representado pela CPI até o presente momento", afirmou.

TRANSPORTE.

Durante o evento, o governador aproveitou para dizer que pretende, ainda este ano, lançar a concessão do trem intercidades, um pleito previsto para a região.

"Será uma concessão privada, vamos lançar esse projeto [ainda esse ano]. É um sonho de pelo menos três décadas, e agora vai ser materializar."

Doria afirmou que a etapa do projeto que passa pelo Vale do Paraíba deve ser lançada próxima a da região metropolitana de Campinas. "Não é barato e não é rápido, mas precisa ser iniciado e precisamos fazer agora nesse segundo semestre, tanto aqui [na RMVale] quanto em Campinas", declarou. A tendência é que haja paradas em São José e Aparecida..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: