Nossa Região

Avanço da pandemia transforma 2021 em ano com recorde de mortes

Em menos de 10 dias, o Vale do Paraíba pode superar a marca de 4.000 pessoas mortas por Covid-19, uma população inteira da cidade de Areias

Xandu Alves
07/04/2021 às 00:00.
Atualizado em 24/07/2021 às 02:41
Leito em São José (Divulgação / PMSJC)

Leito em São José (Divulgação / PMSJC)

Na direção do desastre.

A RMVale precisará de menos de 10 dias para alcançar uma marca indigesta: 4.000 pessoas mortas por Covid-19 --3.767 até quinta (15).

Esse número de vítimas da doença supera a população das três menores cidades do Vale, que não chegam a 4.000 habitantes cada uma. Arapeí tem 2.460 moradores, por exemplo.

É como se a região perdesse mais de uma cidade de Areias para a Covid, com todos os seus 3.896 habitantes condenados à morte pela doença, que colocou o mundo de joelhos.

E o que está muito ruim pode ficar ainda pior. Bem pior.

Modelo matemático criado pelo cientista Osmar Neto, doutor em Engenharia Biomédica e especialista em modelos epidemiológicos, revela que a região pode ter um pico ainda maior de mortes em maio, caso o isolamento continue em queda e os cuidados sanitários sejam negligenciados.

Neste cenário, o Vale pode ver a média de 31 mortes por dia de abril chegar a inacreditáveis 55 óbitos diários, o que seria desastroso sob quaisquer aspectos.

Nesse patamar, a região teria 385 mortes em uma semana, mais do que registrou entre setembro e dezembro de 2020 --355 mortes acumuladas.

"Se tivermos a cepa mais agressiva com maior circulação e as pessoas relaxando os cuidados, o pico de mortes será para maio", diz Neto.

Segundo ele, em um provável pico mais "realista", a região teria média de 40 mortes por dia durante uma semana. Na projeção mais "pessimista", o número sobe para 55 óbitos por dia, também ao longo de sete dias.

Ambos os cenários são catastróficos e só podem ser mudados se a taxa de isolamento subir --atualmente é uma das mais baixas da pandemia, inferior ao mínimo de 50%-- e os cuidados sanitários forem reforçados.

"Numa situação de comportamento das pessoas estável, estaríamos passando pelo pico com tendência de queda", afirma o cientista de São José.

Hospital Universitário de Taubaté (Divulgação/CMT)
Câmara de Taubaté (Caíque Toledo/OVALE)
Fachada do IPMT (Instituto de Previdência do Município de Taubaté) (Divulgação/CMT)
O prefeito de Taubaté, José Saud (MDB) (Caique Toledo/OVALE)
Palácio do Bom Conselho, sede da Prefeitura de Taubaté (Divulgação/PMT)
ASSISTA A rTV CÂMARA (Reprodução)
QR CODE. ACESSE O SITE DA CÂMARA DE SÃO JOSÉ (d)
ícone lupa (Reprodução)
ícone pauta (Reprodução)
ícone ampulheta (Reprodução)
ícone site (Reprodução)
(Brasília - DF, 03/02/2021) Sessão Solene do Congresso Nacional de inauguração da 3ª Sessão Legislativa Ordinária da 56ª Legislatura..Foto: Alan Santos/PR (Alan Santos)
Fernandar Copyright (Jefferson Rudy/Agência Senado)
Brasília- DF28-04- 2016 Senador Randolfe Rodrigues após reunião com Jaques Wagner. Senador entregou proposta de eleições gerais. Foto Lula Marques/Agência PT (LULA MARQUES)
TOPSHOT - Activists from the Brazilian NGO Rio de Paz (Peace Rio), stand next to 100 mock graves on Copacabana beach symbolizing deaths from the COVID-19 coronavirus in Rio de Janeiro, Brazil, on June 11, 2020, to protest against Brazil's "bad governance" of the pandemic. (Photo by CARL DE SOUZA / AFP) (Photo by CARL DE SOUZA/AFP via Getty Images) (AFP via Getty Images)
Manaus 15 04 2020 O Amazonas contabiliza mais de 1,4 mil casos confirmados de Covid-19 e 90 mortes no período de 1 mês. A pandemia foi registrada pela primeira vez no estado, em 13 de março Enterro de dona Esther Melo da Silva no cemitério Parque Tarumã, em Manaus( Foto: Amazônia Real) (Divulgação)
Dinheiro (Divulgação)
O Presidente da República, Jair Bolsonaro (Isac Nóbrega/PR)
Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por