'RMVale continua na fase de alerta e temos tido altas', destaca Vinholi

Secretário de Desenvolvimento Regional diz que Vale do Paraíba segue na fase laranja e que irá 'conversar' com prefeito de São José, que avançou para fase amarela à revelia do Estado: "Utilizamos os dados oficiais"

Xandu [email protected] | @jornalovale

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, pediu "cautela e responsabilidade" aos mandatários do Vale do Paraíba e reforçou que a região segue na fase laranja do Plano São Paulo, que impede a abertura de bares, restaurantes, academias e salões de beleza.

Por conta própria, São José dos Campos avançou para a fase amarela nesta semana, mas teve o decreto suspenso pela Justiça. O município informou que vai recorrer.

Com diplomacia, Vinholi prega o diálogo com São José e pede obediência ao plano. "Cidade pode ser mais restritiva do que o representado pelo Plano São Paulo, menos não".

Em entrevista ao 'Gabinete de Crise' de OVALE, o secretário avalia a região, fala do caso de São José e pede atenção para a pandemia. Confira:

São José sustenta estar na fase amarela. Como vê?

Pelo Plano São Paulo, os índices da região são de 10% de crescimento em internações e 5% em óbitos. Esses números indicam a fase laranja, mesmo com casos na amarela e uma ocupação de leitos sustentável de 62,9%. Podemos identificar distintas situações no Vale.

Com a região de Taubaté e o Vale Histórico mais contundentes e menos no Litoral Norte, e certa estabilidade em São José, mas com números ainda altos. A manutenção da fase laranja se deu por uma questão de saúde. Todas as cidades devem seguir nessa fase.

O prefeito diz que São José tem dados mais completos que o Estado. Concorda?

O prefeito Felicio tem o meu respeito, mas confiamos plenamente nos dados do Estado. Eles usam indicadores oficiais, que qualquer pessoa pode verificar. Não se trata de uma quebra de braço, mas de uma situação em que analisamos dados objetivos e o Centro de Contingência define parâmetros que devem ser seguidos conforme o risco que tem a região para o coronavírus.

O que o Estado vai fazer?

Vou falar com o [prefeito] Felicio [Ramuth] sobre esses dados. Ele disse que se tivesse a fase laranja consolidada nesta sexta (31) iria avaliar. Vou procurá-lo para entender os dados que apresenta. Estamos sempre abertos ao diálogo e seguros de que usamos os dados oficiais.

Essa "desobediência" prejudica o combate à Covid?

Esperamos que não. E deixo mensagem de cautela e responsabilidade no momento. Estamos avaliando diariamente os números da pandemia, que é nova para o mundo todo. Temos feito um bom combate e pedimos para a população seguir com essa cautela.

No geral, como está o Vale?

Região segue na fase de alerta e temos tido altas. Na semana passada de casos e óbitos e agora de internações e óbitos, o que demonstra uma sequência. Tem tido essa estabilidade com leve alta, o que põe na fase laranja. Momento de cautela para não se transformar num pico para a região, gerando óbitos e mais internações.

Indicadores de internações e óbitos são mais importantes?

Casos aumentam pela quantidade de testes. Internações e óbitos são indicadores muito contundentes nessa análise.

O Vale está mais perto da fase amarela ou da vermelha?

Está bem no meio. Os índices estão no meio desse caminho, por isso cautela e trabalho nesse momento. A capacidade hospitalar é boa e estamos aumentando essa capacidade. A evolução da pandemia tem esse leve crescimento.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.