Webinar Economia Criativa OVALE mergulha no mundo dos investimentos

No primeiro trimestre de 2020, foram 400 mil novos investidores na bolsa de valores no país. Uma alta apoteótica para um país que não tem nem 1% de sua população investindo em bolsa, por exemplo. Mas, em um cenário de incertezas, desafios e muitas mudanças em multimercados pós Covid-19, será que as perspectivas de investimentos mudaram? Quais os melhores caminhos para fazer o dinheiro trabalhar para você daqui alguns anos e, além de quando começar, com quanto dá para começar?

Nesta quinta-feira (2), às 19h30, no Instagram do OVALE (@jornalovale), a apresentadora Maisa Dóris (@maisa.doris) entrevista o Fernando Domingues, mestre em economia e assessor financeiro na Ativa Investimentos (@ativainvestimentos) que promete desmistificar o assunto, explorar todos os caminhos de investimentos viáveis no Brasil e responder todas as perguntas dos participantes. Por isso, se você já sabe qual pergunta voe faria para um assessor financeiro, a hora é agora! Pode enviar para o direct no Instagram @maisa.doris.

Para quem já começou a investir, as dúvidas estão na diversificação das modalidades de investimentos e para isso também Fernando irá compartilhar muito conhecimento e experiência: “tem um ponto importante e muito interessante a se analisar que é o perfil emocional do investidor. Muitos, por mais que queiram, não tem o perfil de bolsa de valores que exige uma avaliação mais perene e cuidadosa em relação até mesmo a comportamento dos gráficos e tantas outras análises que envolvem o aporte de investimentos. Por isso vale muito a pena saber qual é o seu perfil quando o assunto é escolher onde colocar o seu dinheiro, até porque esse perfil também determinará por quanto tempo fará sentido para você esse ou aquele investimento”, antecipa Fernando.

“As variáveis são inúmeras e a verdade é que, como brasileiros, investimos muito menos do que poderíamos e boa parte dessa não educação investidora vem de um sistema falho de informações simples e confiáveis. Dentro de um cenário de economia criativa, não dá para não considerar como cuidar do dinheiro se estamos concentrados em fazê-lo acontecer em nossas vidas”, acrescenta a apresentadora e especialista em comunicação e marketing multimercados Maisa.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.