São José e Taubaté estão entre as 20 cidades do país em qualidade de vida

Estudo é feito com base no IDGM (Índice de Desafios da Gestão Municipal), índice que reúne 15 indicadores em quatro áreas essenciais para a qualidade de vida: educação, saúde, segurança e saneamento e sustentabilidade

Xandu Alves @xandualves10 | @xandualves10

São José dos Campos e Taubaté estão entre as 20 melhores cidades do país em qualidade de vida, de acordo com o estudo IDGM (Índice de Desafios da Gestão Municipal) 2020.

Produzido pela empresa de consultoria Macroplan, o estudo é feito com base no IDGM, índice que reúne 15 indicadores em quatro áreas essenciais para a qualidade de vida da população: educação, saúde, segurança e saneamento e sustentabilidade.

A lista traz as 100 maiores cidades brasileiras, que representam cerca de metade do PIB (Produto Interno Bruto) nacional. O índice varia de 0 a 1. Quanto mais próximo de 1, melhor o desempenho do município.

De acordo com o ranking geral, São José dos Campos é a 4ª melhor cidade do país, com IDGM 0,738, tendo subido uma posição desde a lista anterior e também uma posição em uma década --entre 2007/2008 e 2017/2018.

Três cidades ficaram acima de São José, duas paulistas e uma paranaense: Piracicaba (0,757), São José do Rio Preto (0,739) e Maringá (0,739) --entre as 10 melhores, 8 são do interior de São Paulo.

Taubaté melhorou cinco colocações e tornou-se a 16ª com a melhor qualidade de vida do país, com IDGM 0,706. Em 10 anos, a cidade subiu 11 posições no ranking nacional.

Segundo a Macroplan, o estudo não avalia a gestão de prefeituras específicas, mas o legado de várias administrações das cidades, "aferindo a evolução dos indicadores na última década, assim como no último ano".

SETORES.

Entre as quatro áreas analisadas, São José teve sua melhor posição em Educação (4º lugar subindo 3 em um ano), Segurança (5º, subindo 14), Saneamento e Sustentabilidade (11º, perdendo uma) e Saúde (22º, perdendo 9 posições).

Taubaté foi melhor em Saneamento e Sustentabilidade (9ª posição, subindo 3), depois Segurança (12ª, melhorando 14), Educação (14ª, subindo 10) e Saúde (50ª, perdendo 12).

"É possível verificar as grandes diferenças regionais na capacidade de entregar resultados em serviços essenciais à população", declarou a Macroplan.

Saúde é 'gargalo' para os dois municípios,que perdem posições na lista em 10 anos

Saúde foi o setor em que tanto São José dos Campos quanto Taubaté tiveram a pior colocação no IDGM (Índice de Desafios da Gestão Municipal) 2020, respectivamente na 22ª e 50ª posição entre as 100 maiores cidades do país (mais de 273 mil habitantes).

Além disso, ambas perderam posições no ranking considerando o resultado da década (entre 2007/2008 e 2017/2018). São José perdeu 15 posições em Saúde, em 10 anos, e Taubaté recuou 8 colocações.

O indicador Saúde, do IDGM, avalia itens como a taxa de mortalidade infantil, a proporção de nascidos vivos com sete ou mais consultas pré-natal e cobertura das equipes de atenção básica.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.