Vale integra projeto que vai tentar desvendar 'mistérios do universo'

Empresas de São José estão envolvidas na construção de partes do equipamento e um dos líderes do projeto é cientistas do Inpe; equipamento fará "tomografia" do Universo para desvendar mistérios e deve operar em 2022

Da redação @jornalovale | @jornalovale

O Vale do Paraíba integra projeto pioneiro que irá construir um imenso radiotelescópio no Brasil que fará uma espécie de "tomografia" do Universo, para desvendar mistérios como a energia escura e a origem de tudo.

Medindo quase um campo de futebol, o Bingo (sigla de Baryon Acoustic Oscillations in Neutral Gas Observations, ou Oscilações Acústicas de Bárions em Observações de Gases Neutros) pretende ser o primeiro radiotelescópio a detectar, por rádio, ondas da interação entre átomos e radiação no início do Universo.

Um dos líderes do projeto é Carlos Alexandre Wuensche de Souza, da Divisão de Astrofísica do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Além do cientista e de outros pesquisadores do Inpe, o projeto conta com a participação de empresas de São José dos Campos ligadas ao projeto espacial brasileiro. Elas atuarão na construção do aparelho, que também contará com tecnologias de fora do país.

O Bingo será construído por um consórcio de entidades brasileiras e estrangeiras, com liderança de cientistas de universidades e entidades de pesquisa do Brasil e cooperação de instituições do Reino Unido, China, Suíça e África do Sul, entre outros países.

A maior parte da construção é financiada pela Fapesp (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo), o que evitou que o projeto fosse afetado pelos cortes do governo federal na área da ciência.

O Bingo começou a ser projetado em 2016 e a construção deve ser iniciada em 2020. A previsão é que o radiotelescópio opere em 2022.

"Vamos fazer uma espécie de tomografia do Universo que vai olhar a distribuição do hidrogênio. Tentaremos entender mais o processo de como a energia escura atua na dinâmica do Universo", disse Souza ao blog 'Tilt', do Portal UOL.

Bingo será instalado na Serra do Urubu, na Paraíba, longe de metrópoles e fontes de poluição eletromagnética.

Cientistas esperam 'grande avanço' nas ciências astronômicas com radiotelescópio

O radiotelescópio deverá detectar e analisar rastros de hidrogênio neutro --combinação de um elétron e um próton-- no Universo. A meta é entender elementos que ainda intrigam cientistas, como a energia escura, e permitir um grande avanço astronômico nacional e internacional.

"Contamos com a contribuição de nossos parceiros internacionais, especialmente as dos pesquisadores do Reino Unido, mas a maior parte da tecnologia para a construção está sendo desenvolvida aqui no Brasil", disse Carlos Alexandre Wuensche de Souza, do Inpe.

A construção da estrutura, dos receptores e das antenas parabólicas é de responsabilidade da equipe brasileira, com participação de empresas de São José dos Campos.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.