Especial

Prefeitos do Litoral Norte vivem expectativa pela conclusão das obras na Tamoios

Da Redação
21/04/2021 às 00:00.
Atualizado em 24/07/2021 às 02:30
Obras na Rodovia dos Tamoios (Divulgação)

Obras na Rodovia dos Tamoios (Divulgação)

Quando questionados sobre o que mais esperam da obra da Rodovia dos Tamoios, prefeitos dos municípios do Litoral Norte são uníssonos: eles cobram a retomada e a conclusão do projeto dos contornos. As obras estão paralisadas desde julho de 2018. Como o contrato com a Serveng/Civilsan e a Queiroz Galvão foi rescindido em março de 2019, uma nova licitação terá que ser feita para a retomada dos trabalhos.

“Nossa preocupação é que está previsto para ser entregue em 2022 o trecho de serra. Mas não dá para terminar esse trecho sem terminar os contornos. Nem vai ter interligação da nova rodovia com a cidade”, afirmou o prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior (MDB). “Eu tenho cobrado muito o governo do Estado pelo término”.

Leia Também Maior do Brasil, obra na Tamoios tem investimento de R$ 5,2 bilhões e histórico de atrasos Confira o podcast especial 'Futuro em Obras', com radiografia da Tamoios, a maior obra viária do país Obras na serra da Tamoios viram desafio para a engenharia A convite de OVALE, piloto do Rali Dakar faz test drive na Tamoios 'O Brasil do Futuro' traça raio-x da Tamoios; veja vídeos e podcasts

CONTORNOS.

O objetivo dos contornos é evitar o afunilamento nas cidades litorâneas, já que a duplicação da Tamoios deve aumentar o fluxo na chegada aos municípios. Com as novas vias, os motoristas poderiam ter acesso ao Porto de São Sebastião e à região norte de Caraguatatuba sem a necessidade de circularem pelos centros urbanos. Os acessos tinham entrega prevista para 2016 (contorno norte) e 2017 (contorno sul). Quando a obra foi paralisada, a execução estava em 76,4%.

“O contorno era para ficar pronto ainda antes da serra. Era para ter acontecido ainda no meu outro mandato [como prefeito]. Mas infelizmente tudo parou, as coisas não andaram mais. O governo do Estado tirou o pé”, disse o prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci (PL). “O governo sinalizou em fazer uma reunião com todos os prefeitos para apresentar um novo projeto [dos contornos]. Em função da pandemia, esse encontro está sendo postergado. Estamos esperando, a coisa está indo devagar. Mas acho que o calendário eleitoral de 2022 vai pautar a entrega dessa obra”, completou..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por