Coronavrus desafia autoridades mdicas e cincia tenta entender seu comportamento

Vrus desafia as autoridades mdicas e sanitrias do mundo e provoca a cincia, que corre para entender o seu comportamento; no corpo humano, ele 'escraviza' clulas

Xandu Alves | a

A ciência começa a desvendar os segredos do hoje maior inimigo do mundo, o novo coronavírus, que ameaça dizimar milhões de pessoas e causar uma recessão econômica mundial sem precedentes.

Em guerra contra o vírus, que já infectou moradores em mais de 200 países e territórios, o mundo acompanha com estupefação a evolução da doença.

Suspeita-se que o contágio tenha começado entre novembro e dezembro do ano passado, na região de Wuhan, na província de Hubei, na China. O primeiro caso foi relatado no último dia de 2019.

Há indícios de que a transmissão começou de animais para humanos, na região do Mercado de Frutos do Mar de Huanan, em Wuhan, na China, que vende animais vivos.

A doença provocada pelo novo coronavírus foi batizada de Covid-19, sigla em inglês para Corona Virus Disease (Doença do Coronavírus). O "19" refere-se a 2019.

Os coronavírus são um tipo de vírus conhecidos e que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, são doenças leves a moderadas. Já o novo coronavírus é uma nova cepa do vírus, com contágio mais acelerado.

"H1N1 e o coronavírus têm semelhanças na transmissão e quadro clínico. Diferença é que para H1N1 tem vacina. As pessoas estão imunizadas", diz Alex Galoro, médico patologista clínico e gestor do Grupo Sabin Medicina Diagnóstica, responsável pelos laboratórios de São José, Jacareí e Taubaté.

Segundo ele, os vírus sofrem mutações e aconteceu com o novo coronavírus, o que dificulta o combate e a criação de medicamentos e vacina.

Macaque in the trees
Coronavírus no mundo10

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 8,5 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.