Vdeo resume governo

Gravao de reunio ministerial mostra que o governo Bolsonaro um deserto de ideias e coloca pas em risco

Após semanas de espera, o Brasil parou nessa sexta-feira para assistir o aguardado vídeo da reunião ministerial do governo Bolsonaro, realizada no dia 22 de abril e que integra o inquérito que investiga suposta interferência do presidente da República na Polícia Federal.

E o que mostrou o vídeo? Com relação à investigação, acrescentou pouco. Não que ele não possa ser usado como prova da acusação feita pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Mas os principais trechos sobre o tema já eram conhecidos. Mesmo antes da divulgação do material, já sabíamos que que Bolsonaro havia reclamado que a "PF" não lhe dava "informações" e que havia dito que já tinha tentado "trocar gente da segurança nossa no Rio de Janeiro", e que se não pudesse trocar, trocaria "o chefe dele", ou então "o ministro", e que não ia "esperar foder" a "família toda" dele, "ou amigos".

Nesse ponto, o vídeo é apenas um dos elementos do caso. Bolsonaro tenta emplacar a inverossímil versão de que falava da equipe que faz a segurança da família dele no Rio. Mas as peças do quebra-cabeça mostram o contrário. Em fevereiro, por exemplo, o presidente já havia feito trocas na equipe que faz a segurança da família dele no Rio, sem nenhuma dificuldade. E, logo após Moro cair, conseguiu concretizar a mudança no comando da PF fluminense.

Se tudo isso já era conhecido, por que o vídeo chocou quem o assistiu nessa sexta (com exceção dos bolsonaristas fanáticos)? Por todas as outras declarações. Ou pela falta delas. Por exemplo: em plena pandemia, nenhuma ideia concreta para enfrentar o vírus foi apresentada durante as duas horas de reunião.

O vídeo deixou claro que não é apenas o presidente que não tem preparo para o cargo. O mesmo vale para os ministros. O da Educação sugeriu prender ministros do STF. A da Mulher, Família e Direitos Humanos falou em prisão de governadores. O de Meio Ambiente disse que a pandemia era uma oportunidade para "passar boiada" e aprovar novas regras para o setor. Isso sem falar no plano de Bolsonaro de armar a população para impedir que uma ditadura se instale no país.

O vídeo explica bem porque, hoje, uma a cada quatro pessoas que morrem por Covid-19 no mundo é do Brasil. Estamos na mão de incompetentes..

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 23 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.