Brasil

Mais de 66% dos brasileiros se preocupam mais com o coronavírus do que com a crise econômica, diz pesquisa

Marcos Eduardo Carvalho
08/04/2020 às 09:01.
Atualizado em 24/07/2021 às 22:14
Avenida Paulista sem movimento durante a pandemia de coronavírus (Roberto Parizotti/FotosPublicas)

Avenida Paulista sem movimento durante a pandemia de coronavírus (Roberto Parizotti/FotosPublicas)

Para 66,9% dos brasileiros, a saúde dele e deus familiares durante a pandemia do coronavírus é mais importante do que a situação financeira. Para 27,2%, a questão financeira é a mais importante, enquanto outros 5,9% dos consultados não sabem ou não responderam. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pela Paraná Pesquisas.

Entre as mulheres, a preocupação com a família é maior do que entre os homens: 70,1% delas contra 63,2% deles; 30,6% dos homens se preocupa mais com a situação financeira, contra 24,1% das mulheres.

Para as pessoas de 60 anos ou mais, justamente os considerados grupos de risco, a preocupação com a família é ainda maior: 70,9% estão mais preocupadas com a saúde dos familiares, enquanto 23% está mais preocupada com a economia; 6,1% não sabe ou não respondeu.

Para esta pesquisa, foram consultadas 2.372 pessoas acima dos 16 anos, através de questionários online em 26 Estados e Distrito Federal e em 208 municípios brasileiros entre os dias 6 e 7 de abril.

De acordo com a Paraná Pesquisas, o grau de confiança é de 95%, com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

BOLSONARO.

As pessoas consultadas também consideram que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), está mais preocupado com a economia do que com o coronavírus. Para 58,9%, ele está mais preocupado com a crise econômica, enquanto 31,3% entende que o presidente se preocupa mais com a crise do coronavírus; 9,8% não sabem ou não responderam.

Entre os homens, 59,1% entendem que Bolsonaro se preocupa mais com a economia, enquanto 30,6% acham que ele se preocupa mais com o coronavírus; 10,3% não sabe ou não respondeu.

Entre as mulheres, 58,7% acham que Bolsonaro prioriza a economia, enquanto 31,9% entendem que prioriza o coronavírus; 9,4% não sabem ou não responderam.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por