So Paulo registra j quatro mortes por coronavrus

Hospital informou novas vtimas estavam internadas desde domingo; informaes passadas pela unidade de sade foram tambm confirmadas esta tarde pela Secretaria de Sade

Elaine Patricia CruzAgncia Brasil | @jornalovale

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo confirmou nesta quarta-feira a morte de mais três pessoas devido à Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, no estado. No total, São Paulo contabiliza quatro mortes.

De acordo com a secretaria, as três vítimas de hoje são homens, tinham comorbidade - alguma doença anterior preexistente - e tinham 65, 81 e 85 anos, respectivamente. Todos foram atendidos em hospitais privados na capital paulista. Dois deles estavam no Hospital Sancta Maggiore, no bairro do Paraíso, em São Paulo. O paciente de 81 anos era morador do município de Jundiaí (SP) e os demais de São Paulo.

O primeiro óbito no estado, em relação a Covid-19, foi confirmado na terça-feira, também no Hospital Sancta Maggiore: um homem de 62 anos, com doenças crônicas, sem histórico de viagem, que morreu no dia 16, após ter ficado internado desde o dia 14 na UTI (unidade de terapia intensiva).

AUTÓPSIA.

As confirmações de morte pelo novo coronavírus utilizaram uma nova técnica, menos invasiva, desenvolvida por pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP). Para o procedimento, é feita uma pequena incisão da pele que permite acessar os órgãos e tecidos internos visualizados com dispositivos de imagem. A intenção é proteger os profissionais de saúde, possibilitando o mínimo contato com os corpos para evitar o contágio deles.

O protocolo deverá ser implementado no Hospital das Clínicas, vinculado a FM-USP, que assim como os outros hospitais que atenderem os doentes, devem ser responsáveis por confirmar as mortes causadas pelo vírus..

Assinar OVALE

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi to lido. So mais de 7,5 milhes de acessos por ms apenas nas plataformas digitais, alm da publicao de quatro edies impressas por dia. O importante que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem lder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crtico, plural, moderno e apartidrio. Informao com credibilidade, imprescindvel para a construo de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notcia a verdade. E ns assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalstica da regio.