São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Novembro 23, 2018 - 21:17

'Investimento em tecnologia tem retorno rápido', afirma Marcos Pontes

Marcos Pontes

Futuro ministro. O astronauta Marcos Pontes defende investimento

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O astronauta brasileiro Marcos Pontes irá comandar o Ministério da Ciência e Tecnologia no governo de Jair Bolsonaro e defende os investimentos no setor, que podem gerar emprego, inovação e divisas para o Brasil

Da redaçã[email protected]

Doze anos após ir à Estação Espacial Internacional a bordo da nave russa Soyuz TMA-8, o primeiro astronauta brasileiro, Marcos Pontes, 55 anos, enfrentará um desafio ainda maior: comandar o Ministério da Ciência e Tecnologia no governo de Jair Bolsonaro (PSL), pasta que perdeu 35% do orçamento.

E é justamento o dinheiro que Pontes garante ser uma de suas principais metas: "Orçamento para Ciência, Tecnologia e Inovação é investimento. E investimento em tecnologia tem retorno significativo e rápido", disse ele em entrevista à AEITA (Associação dos Engenheiros do ITA), de São José dos Campos.

Pontes formou-se em engenharia aeronáutica no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), em São José, em 1993. Ele é também tenente-coronel da Força Aérea Brasileira.

Na conversar por Skype desde Houston, no Texas (EUA), logo após reunião remota com representantes da comunidade científica brasileira, Pontes defendeu que o Ministério tenha uma atuação "transversal", tornando-se "chave para o desenvolvimento do país em diversas áreas, como saneamento, recursos hídricos, saúde, infraestrutura e meio ambiente".

Ele disse ainda que, para cumprir o que considera a missão da pasta, a de "gerar conhecimento, produzir riquezas e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros", o Ministério terá que atuar em quatro camadas: formação de recursos humanos, pesquisa, inovação e comunicação/cooperação.

E flerta com uma aproximação com a indústria, o que pode ser benéfico para o Vale do Paraíba: "As startups vão gerar novos empregos e recursos para o país. Ou ainda, a melhoria ou agregação de valor aos produtos e serviços que já existem, com ciência e tecnologia"..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO