São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Projetos Especiais
Outubro 19, 2018 - 22:12

Os gatos amam sim os seus donos, mas de uma maneira diferente

gatos

Família. O gato também sempre se apega bastante aos seus donos

Foto: /Designed by topntp26/Freepik

Segundo veterinária da Petmondo, como os felinos não possuem hábitos de grupo, podem parecer mais misteriosos e sutis; fazem o tipo amigo discreto e estão mais ligados a nós do que podemos imaginar

Da Redação @jornalovale
São José dos Campos

Quem disse que os gatos não têm sentimentos de afeto pelos donos provavelmente não está habituado a esses animais. Sabe aquele jeito 'blasé' que parece desinteresse? É um comportamento natural dos felinos, muitas vezes confundido com insensibilidade quando comparado ao cão. Como não possuem hábitos de grupo, podem parecer mais misteriosos, sutis e fazem o tipo amigo discreto. Mas quem tem um gato como animal de estimação sabe que eles são carinhosos, afetuosos e leais ao dono, porém, carregam o mito que gostam mais da casa em que vivem do que o seu próprio dono.

O que acontece é que os gatos são muito sensíveis às mudanças e podem sentir bastante desconforto quando elas acontecem. "Eles possuem um senso de segurança baseado no seu território, utilizando odores e feromônios. Quando ocorrem mudanças de imóvel, móveis da casa ou até quando os donos os levam para viagens, os gatos perdem sua referência e sentem falta de seu ambiente e tendem a ficar estressados", revela a veterinária da Petmondo, Camile Pasquarelli.

Segundo ela, os gatos estão mais ligados em nós do que pensamos: reconhecem quando estamos felizes, ficam à espreita quando chegamos em casa e observam nossos passos.

A ciência descobriu evidências sólidas de que os gatos são sensíveis aos gestos emocionais humanos. Um estudo realizado na Universidade Oakland, no Michigan, revelou que os gatos podem 'ler' as expressões faciais dos donos. Aqueles olhos atentos e a mexida na orelha são reações de reconhecimento da voz do dono. Ronronar, esfregar, aninhar-se ao colo, miar, deitar de barriga pra cima e até as mordidinhas são reações de reconhecimento à felicidade do dono e uma forma de dizer: te amo de um jeito diferente!.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO