Viver

Escritora de São José produz livro sobre racismo e discute formas de promover o respeito

Paula Maria Prado@paulamariapradoPublicado em 24/08/2018 às 01:02Atualizado há 08/07/2021 às 16:04
Questões da infância. Stefânia é autora dos livros da coleção Melissa  (Arquivo pessoal)

Questões da infância. Stefânia é autora dos livros da coleção Melissa (Arquivo pessoal)

Gabriel é um garoto de dez anos de idade. Sua diversão: brincar com sua irmã e seu cachorro, e jogar bola com a turma da escola. No entanto, para tristeza dele, parece que alguns coleguinhas não estão tão interessados em chamá-lo para brincar. Por que? Por causa da cor de sua pele e do seu cabelo crespo.

Essa é a história do livro que integra o projeto "A Cara do Brasil", desenvolvido por Stefânia Andrade, de São José dos Campos. A obra busca uma reflexão sobre racismo e debate formas de promover o respeito à diversidade.

"Eu já estava há algum tempo incomodada com questões relacionada ao racismo entre os meus alunos. Infelizmente, essa é uma triste realidade. Então, neste ano, decidi que daria uma pausa em todos os meus projetos para me dedicar a um livro com a temática", disse a autora, conhecida por sua coleção infantil Melissa, integrante a Academia Joseense de Letras e também professora do ensino fundamental.

"No entanto, quando comecei a produzir o livro, em meio às pesquisas, percebi que ele talvez pudesse ser pouco diante da questão. Então, elaborei um projeto maior, em que pretendo doar parte da produção às crianças carentes da cidade, bem como realizar atividades sobre o tema", contou a Stefânia, que tem feito tudo de forma independente.

Entre as ações do projeto, o Encontro de Crespos e Cacheados, que já contou com a sua primeira edição no mês de julho, em São José. O evento ofereceu para os participantes oficinas, contação de história e sessões de fotos.

Coletividade.

Stefânia colocou o projeto no site de financiamento coletivo Benfeitoria. Faltando pouco mais de dez dias para finalizar a campanha, já foi alcançada 64% da meta de R$ 18 mil.

O valor corresponde a produção editorial e impressão de 1.000 livros (24 páginas cada), sendo até 500 livros para recompensas da campanha, instituições, ações sociais e brindes em feiras literárias.

Entre os apoiadores estão a atriz Samara Felippo e a youtuber Fernanda Chaves, do canal "Cantinho da Nanda". As cotas custam a partir de R$ 15. "(A partir de R$ 35) todo o mundo que colabora está, na verdade, comprando um livro, que poderá ser retirado no seu lançamento", explicou a escritora.

Há ainda outros pacotes, por exemplo, ser VIP no lançamento da obra, ter seu nome na página de agradecimentos, ganhar marcador de páginas e desenhos para colorir.

Em tempo, se até o final da campanha não for arrecadado a meta mínima, todos os benfeitores recebem seu dinheiro de volta, e o livro não será lançado.

Para saber mais acesse: https://goo.gl/XTgGD8..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: