Política

Prefeitura de Taubaté tenta derrubar lei sobre a fila das creches

Em ação protocolada no Tribunal de Justiça, Ortiz Junior (PSDB) alega que lei criada em 2017 tem vício de iniciativa

Da redação@jornalovalePublicado em 30/03/2018 às 21:12Atualizado há 08/07/2021 às 06:38
[object Object]

Transparência em risco. Creche municipal tem longa fila de espera (Divulgação/PMT)

O prefeito de Taubaté, Ortiz Junior (PSDB), ingressou com uma ação na Justiça para tentar derrubar a lei municipal de 2017 que determina a divulgação no site da prefeitura da lista de espera por uma vaga nas creches municipais.

A Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) será analisada pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça, que é composto por 25 desembargadores.

Em fevereiro, o relator do processo no TJ, Xavier de Aquino, negou a liminar pleiteada pelo tucano, que poderia suspender a eficácia da lei enquanto o mérito não é julgado.

Na ação, Ortiz argumenta que o texto tem vício de iniciativa: só poderia ter sido proposto pelo prefeito, e não por um vereador - no caso, a vereadora Loreny (PPS).

LISTA.

O projeto que deu origem à lei foi aprovado por unanimidade pela Câmara em julho de 2017. Na época, o texto foi vetado pelo prefeito, mas o veto acabou derrubado pelos vereadores e coube ao Legislativo promulgar a norma.

No dia que o projeto foi votado, o governo Ortiz passou a divulgar a lista de espera no site da prefeitura, mas nunca com todos os detalhes previstos na lei.

A última lista, divulgada pela prefeitura em março, mostra 1.235 crianças na fila, um número 6% maior do que o registrado em fevereiro.

Questionada pela reportagem, a Secretaria de Educação alegou que só conseguiria cumprir a lei à risca, com a divulgação de todos os detalhes previstos, se houvesse um programa de computador específico para isso.

Autora da lei, Loreny criticou a ação movida pelo prefeito. "A transparência é algo recente na nossa democracia. Muitas investigações são resultado dessa novidade", disse. "A transparência já é uma obrigação, estamos apenas pedindo para que o prefeito cumpra"..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: