São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Fevereiro 20, 2018 - 02:23

China supera EUA no ranking dos maiores compradores na RMVale

Financeiro

Financeiro

Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Até o final de 2017, os norte-americanos lideravam o ranking dos maiores compradores das empresas do Vale do Paraíba; em janeiro deste ano, porém, a China tomou o primeiro lugar com US$ 108,8 milhões importados na região

Xandu [email protected]

A China tornou-se a maior compradora de produtos feitos no Vale do Paraíba em janeiro deste ano, ultrapassando os Estados Unidos.

Os chineses levaram para casa US$ 108,8 milhões em produtos das empresas da RMVale no primeiro mês do ano, enquanto os americanos compraram US$ 76,883 milhões em igual período.

Os Estados Unidos também ficaram abaixo da Arábia Saudita, que importou US$ 80,7 milhões do Vale. Até o final de 2017, os americanos lideravam o ranking dos maiores compradores das empresas da RMVale. Os dados foram compilados com informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A Argentina foi a quarta nação que mais gastou importando itens do Vale: US$ 76,869 milhões em janeiro.

Na quinta colocação, a Holanda importou US$ 58,3 milhões da RMVale. Chipre, Japão, México, Colômbia e Egito completam a lista os 10 países que mais importaram do Vale em janeiro de 2018.

QUEDA.

Entre as 10 nações, seis aumentaram a importação de produtos do Vale no primeiro mês do ano na comparação com janeiro de 2017. Chipre foi destaque, passando de US$ 2,9 mil para US$ 39,5 milhões.

Na contramão, embora lidere o ranking dos compradores, a China foi quem mais reduziu a importação, com retração de 75,75%: de US$ 448,6 milhões para US$ 108,8 milhões.

No mesmo período, os Estados Unidos caíram 58,74% (de US$ 186,3 milhões para US$ 76,8 milhões), o México reduziu 13,84% (de US$ 32,2 milhões para US$ 27,7 milhões) e a Argentina recuou 5,65% (de US$ 81,4 milhões para US$ 76,8 milhões).

BLOCOS.

Em janeiro de 2018, a União Europeia assumiu a liderança entre os blocos nacionais que mais compraram das indústrias da RMVale, com US$ 154,068 milhões, aumento de 255,65% ante igual período do ano passado, que registrou US$ 43,3 milhões.

A América Latina ocupa a segunda colocação, com US$ 145,9 milhões, só que com queda de 25,04% ante os US$ 194,7 milhões de janeiro de 2017.

Em terceiro, também com redução de importações, a Ásia anotou US$ 143,6 milhões ante US$ 501,4 milhões do início do ano passado, retração de 71,35%.

O Oriente Médio surpreendeu e saiu de US$ 18,1 mil para US$ 80,9 milhões comprados das indústrias do Vale. Na quinta colocação, a América do Norte alcançou US$ 78,8 milhões, queda de 58,02% ante os US$ 187,8 milhões comprados em janeiro de 2017..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO