São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Julho 26, 2017 - 22:37

Pesquisa do Ipplan aponta cinco cenários futuros para São José

Silvana Souza

Silvana Souza

Foto: Silvana Souza

Previsões vão desde uma "cidade inteligente e socialmente equilibrada" a um município "desindustrializado e com problemas de mobilidade e de inclusão"; cidade precisará de políticas públicas e integração social

Paula Maria [email protected]
São José dos Campos

Se São José virasse gente, seria alguém de meia-idade, da área de exatas -possivelmente engenharia-, e em plena crise de identidade. Saberia de seu passado de conquistas, mas teria dúvidas do que será seu futuro. E é aí que mora algumas de suas inseguranças.

A conclusão é de pesquisa do Ipplan (Instituto de Pesquisa, Administração e Planejamento), desenvolvida entre março e setembro de 2016, que apontou cinco cenários para a cidade em 2035.

Curiosamente, o mesmo estudo realizado em 2011 apontava que a cidade estaria longe de qualquer crise. "Esse resultado mostra que as pessoas começaram a entender que a cidade precisa olhar para o futuro, uma vez que as mudanças estão acontecendo", disse Guilherme Rosa, analista de planejamento do Ipplan.

"Em comparação a outros municípios, São José tem destaque, mas o ritmo de crescimento já não é mais o mesmo. E é aí que se acende uma luz amarela. Talvez seja hora de fazer algo".

O estudo do Ipplan levou em conta mais de 100 indicadores, como saúde, educação e economia, e entrevistou 43 pessoas para humanizar aquilo que até então era só números.

A pesquisa visa apontar um ponto de partida para o futuro, não de chegada, até pela dificuldade em determinar a velocidade que as mudanças ocorrerão. "É difícil compreender a velocidade do desenvolvimento tecnológico, que tem aceleração exponencial. Se você olhar para trás e projetar os próximos 20 anos baseado no tempo das mudanças ocorridas, cairá numa armadilha", disse Rosa.

Futuro de São José ganha metáfora de voo: será de foguete ou paraquedas?

A partir do estudo do Ipplan (Instituto de Pesquisa, Administração e Planejamento) sobre São José, foram traçados cinco cenários possíveis para a cidade, usando-se a metáfora do voo. 'Voo de Foguete' para uma cidade inteligente, inclusiva e com ótima qualidade de vida.

'Voo de Avião' para um município ainda inteligente e feito para as pessoas, mas com baixa integração social. 'Voo de Planador' para uma São José socialmente inclusiva, com espírito solidário e oportunidade de trabalho. 'Voo de Balão' para a cidade sem inclusão social ou oportunidades para todos.

E o 'Salto de Paraquedas' com São José desindustrializada, por causa da crise, e enfrentando problemas de mobilidade e sem vida cultural. "Os desafios agora são mais complexos", disse Rosa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO