São José dos Campos
8º / 21º
A temperatura máxima ainda estará elevada, mas ao final do dia haverá declínio na mesma.
Viver&
November 10, 2013 - 12:38

Um romance repleto de pornografias verídicas

 Premiado, Marcelino Freire lança agora o romance

Premiado, Marcelino Freire lança agora o romance 'Nossos Ossos'_Foto:Mario Miranda Filho/Divulgação

Mercelino Freire lança livro que tem muito de si e da vida paulistana

São Paulo/Folhapress

Por vezes é difícil separar o criador da criatura no romance "Nossos Ossos".
Marcelino Freire, 46 anos, o autor do livro, nasceu em Sertânia (PE), caçula de uma família de nove filhos. No começo dos anos 1990 mudou-se para São Paulo por causa de um amor, que começou a degringolar tão logo botou os pés na rodoviária Tietê.
Sem um tostão, morou de favor na casa de um amigo e passou por vários empregos até firmar-se como escritor. É quase tudo idêntico à trajetória pessoal de Heleno de Gusmão, personagem da obra.
Gênero.
Mas tudo isso não significa, assegura Freire, que o livro seja um romance autobiográfico. Ele prefere um termo menos literário para classificá-lo. "O personagem tem muito de mim, mas o enredo é quase todo inventado. Na verdade, é mais um livro autopornográfico", conta, entre gargalhadas.
Heleno de Gusmão é um dramaturgo de sucesso, por volta de 60 anos. No começo ele tenta resgatar no necrotério o corpo de um jovem amante, misteriosamente assassinado, e levá-lo de volta para a família, que vive em Poço do Boi, interior de Pernambuco.
"Nossos Ossos" é o primeiro romance de Freire, criador do festival Balada Literária, em 2006. Até então, dedicava-se às narrativas curtas, seja em seus próprios livros (entre eles "Contos Negreiros", vencedor do Prêmio Jabuti em 2006) ou nas coletâneas que organizou, como "Os Cem Menores Contos Brasileiros do Século".