São José dos Campos
20º / 33º
Sol na maior parte do período
REGIAO
May 23, 2013 - 07:18

PLR da GM vai injetar mais de R$ 55 milhões em São José

Funcionários da GM em assembleia na tarde de ontem aprovam valor da PLR - Foto: Marcelo Calta 230513

Funcionários da GM em assembleia na tarde de ontem aprovam valor da PLR - Foto: Marcelo Caltabiano

Abono beneficia 6.600 funcionários do complexo e deve movimentar o comércio; cada trabalhador vai receber R$ 8.350

Xandu Alves
São José dos Campos

Os trabalhadores da General Motors de São José dos Campos aprovaram ontem, em duas assembleias, o valor de R$ 8.350 como antecipação da PLR (Participação nos Lucros ou Resultados), a ser paga em maio.
A medida beneficia cerca de 6.600 funcionários do complexo industrial de São José e injeta R$ 55,1 milhões na economia da cidade.
A previsão é que a segunda parcela da PLR, que pode ser maior do que a primeira, seja paga em janeiro de 2014.
O valor total vai depender das metas alcançadas pelos metalúrgicos no complexo industrial de São José ao longo deste ano.
Em caso de a montadora atingir 100% das metas, o volume de produção será de 370 mil carros e a PLR, de R$ 15.334. Para 120%, a meta é de 394 mil carros e a PLR, de R$ 17.760.
De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José, o valor da PLR de 2013 repete o do ano passado, acrescido de R$ 3.200, conforme acordo assinado em janeiro último.
Mas as definições relativas às metas e ao valor da antecipação foram negociadas nas últimas semanas, entre GM e sindicato.
Os dois lados também negociam o acordo que poderá viabilizar investimentos de R$ 2,5 bilhões no complexo industrial de São José, com a produção de um novo carro (leia texto nesta página).
"Embora os valores [da PLR] já estivessem previstos, conseguimos reduzir significativamente os índices de metas propostos pela GM e aumentar o valor da antecipação", disse Antonio Ferreira de Barros, o 'Macapá', presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José. "Agora, nossa luta será por emprego e direitos".
O valor da PLR na GM é um dos mais altos entre as grandes empresas da região.
Ultrapassa o acordo feito na Ford, de R$ 13.400, na Volkswagen, de R$ 13.540, e em outras empresas, como LG (R$ 5.800) e TI Automotive (R$ 8.400).
A Embraer ainda não definiu o valor da PLR de 2013.
Economia.
Neste ano, o benefício que será pago a 65 mil metalúrgicos em 1.330 empresas de 15 das 39 cidades do Vale do Paraíba deve injetar cerca de R$ 320 milhões na economia até o final do ano.
"Os metalúrgicos são responsáveis por uma grande injeção de dinheiro na economia das cidades. Isso mostra a importância do trabalho deles para a região", disse Barros.
Taubaté.
No Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, a novidade na negociação da PLR neste ano foi o acordo da Ford, que está fechado até 2015.
O benefício injetará, apenas neste ano, R$ 30,2 milhões na economia da cidade. A primeira parcela será paga em maio e a segunda, em dezembro.
Nos dois próximos anos, a PLR da Ford será paga no valor do ano anterior reajustada pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), com 2% de aumento real.
Dívidas.
Para o economista Luiz Carlos Laureano, do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais) da Unitau (Universidade de Taubaté), os trabalhadores devem usar o valor da PLR para quitar dívidas, principalmente aquelas com juros altos, como as do cartão de crédito e do cheque especial.
"Encerrar dívidas é uma maneira de obter crédito e, assim, conseguir comprar de novo. É uma maneira de movimentar a economia", afirmou.
investimentos

GM e sindicato tentam acordo
A General Motors e o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos tentam um acordo para viabilizar um pacote de investimentos de R$ 2,5 bilhões para o complexo industrial da montadora na cidade. A meta é produzir um novo carro da marca em São José. Na próxima semana, haverá duas reuniões na cidade para tratar do assunto.

SAIBA MAIS


PLR
Participação nos Lucros e Resultados é uma remuneração variável, negociada entre empresas e sindicatos todos os anos, de acordo com metas de produtividade

Região
Na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba), serão beneficiados com o pagamento da PLR um total de 65 mil metalúrgicos em 1.330 empresas de 15 das 39 cidades

Economia
O pagamento da PLR deve injetar cerca de R$ 320 milhões na economia da região até o final do ano

GM
O Sindicato dos Metalúrgicos de São José fechou o valor da antecipação da PLR na General Motors, de R$ 8.350, que será paga em maio. A segunda parcela ficará para janeiro de 2014 e pode ser mais alta

São José
Ainda em São José, o sindicato fechou acordo com outras empresas, como na TI Automotive, de R$ 8.400

Taubaté
O Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté fechou negociação da PLR nas maiores empresas da base territorial, como Ford (R$ 13.400), Volkswagen (R$ 13.540) e LG (R$ 5.800)

Dívidas
Economista sugere que a PLR seja usada para quitar dívidas

 

 

MAIS LIDAS

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Acompanhe
Clique para denunciar
clique para saber mais
classificados
Capa São José
Capa Taubaté