São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Home
April 19, 2015 - 00:44

Obra do Cemaden terá mais dois anos de prazo

Vista das instalações do Cemaden, no Parque Tecnológico. Foto: Divulgação

Vista das instalações do Cemaden, no Parque Tecnológico. Foto: Divulgação

Centro de Alerta de Desastres opera provisoriamente no Parque Tecnológico

Xandu Alves
São José dos Campos

A Prefeitura de São José dará mais dois anos de prazo para o governo federal construir a sede definitiva do Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) no Parque Tecnológico, na região leste da cidade, em terreno doado pelo município.
Desde janeiro do ano passado, o centro ocupa provisoriamente um ala do prédio principal do Parque.
A sede permanente será construída em um terreno de 57 mil metros quadrados dentro do Parque, doado pela prefeitura em março de 2013. A lei que permitiu a doação estabeleceu prazo de 18 meses para início das obras, vencido em setembro do ano passado.
Na última quinta-feira, a Câmara aprovou uma nova lei ampliando o prazo para o início da construção da sede do Cemaden, que passa a ser de 24 meses a partir da aprovação do texto, que será sancionado pelo prefeito Carlinhos Almeida (PT). O prazo de construção é de três anos.

Obra. Em fevereiro de 2014, o governo federal lançou uma licitação para contratar o projeto executivo da obra, que tem custo estimado em R$ 55 milhões. O documento ficou pronto em julho.
“A concorrência para a construção do complexo já está pronta para ser lançada, inclusive já tem parecer emitido pela consultoria jurídica do Ministério da Ciência e Tecnologia”, informou o Cemaden, em nota.
A obra, contudo, depende de recursos do orçamento federal, que ainda não foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff.
A expectativa do próprio Cemaden é de que haverá cortes, o que pode prejudicar a construção da sede. “O cenário econômico brasileiro indica que poderá haver cortes”, avaliou o órgão.
Em 28 de fevereiro deste ano, as instalações provisórias do Cemaden foram inauguradas pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Aldo Rebelo.

 

Desastres

Centro monitora 888 cidades no país
A sala de situação do Cemaden monitora, 24 horas por dia, 888 municípios classificados como vulneráveis a desastres naturais, abrangendo uma população estimada em 90 milhões de habitantes. Até o último dia 14, o órgão havia emitido 3.383 alertas, sendo 1.353 apenas no ano passado. Em 2015, já foram 653 avisos. O Cemaden foi criado em 2011.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade

Brasil

Mundo