São José dos Campos
20º / 33º
Sol na maior parte do período
Nossa Região
January 3, 2013 - 03:54

Conte quantas gotinhas de adoçante você utiliza

[N/D]

Produtos dietéticos devem ser consumidos com moderação; a base de stevia são os mais indicados

ANA CLÁUDIA MATTOS
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Moderação é a palavra de ordem quando o assunto é adoçante. Segundo especialistas, exagerar na quantidade diária pode ser prejudicial à saúde e até atrapalhar quem busca perder peso.
De acordo com a nutricionista Thais Souza, o consumo excessivo ativa os receptores de glicose no intestino. "O que aumenta a glicemia e o acúmulo de gordura no tecido adiposo", disse.
O adoçante dietético é produzido a partir de edulcorantes, substâncias naturais ou artificiais responsáveis pelo sabor doce. Eles possuem um poder de adoçamento muitas vezes bem maior do que o açúcar de cana.

Polêmica.
Os adoçantes causam uma certa polêmica entre os nutricionistas. "Se não for uma pessoa diabética ou que precise realmente utilizar adoçantes, o melhor é não utilizar nada, ingerir o produto natural", disse a nutricionista Sheila Castro.
Para ela, caso seja realmente necessário adoçar é indicado não utilizar o açúcar refinado --de cana de açúcar--, que não tem nenhum valor nutricional. "Neste caso, é melhor optar pelo açúcar mascavo ou, em segundo plano, o demerara", afirmou.
Já para quem não quer ou não pode abrir mão dos adoçantes, Sheila indica os naturais a base de stevia, uma planta. Já quanto aos adoçantes artificiais, segundo ela, o "menos ruim" é o feito com sucralose --extraído da cana de açúcar.

Quantidade.
Uma dúvida muito comum é a quantidade diária de adoçante que pode ser consumida. Segundo a nutricionista, isso varia conforme o peso e o tipo de adoçante.
Mas, em média, uma pessoa adulta pode ingerir até 40 gotas de adoçante artificial por dia ou quatro sachês --cada sachê equivale a 10 gotas. "Sem esquecer que nessa quantidade já deve estar incluído o consumo de outros produtos diet ao longo do dia", disse.
Já os adoçantes naturais podem ser utilizados, desde que não haja restrições, em maior quantidade --no entanto, também com moderação.
"Com o uso frequente do adoçante, é comum que a pessoa passe a 'espirrar' e até acaba perdendo a noção de quantas gotas está utilizando. Isso é bastante perigoso à saúde", afirmou Sheila .

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade