Obra de duplicação da Tamoios - Foto: Claudio Vieira

Término da duplicação da Tamoios é adiado para janeiro

Xandu Alves
São Paulo - Atualizado às 2h27

A duplicação do trecho de planalto da Rodovia dos Tamoios vai atrasar 30 dias para ser entregue completa. Prevista para ser finalizada na próxima segunda-feira, com a presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB), a obra só será entregue em 15 de janeiro de 2014.

Além disso, os serviços ficarão R$ 115 milhões acima do valor licitado, de R$ 557 milhões (leia texto nesta página). As obras começaram em maio de 2012.

A Secretaria de Estado de Transportes culpou a chuva e uma pane em duas máquinas (guindaste e treliça) pelo atraso, que afetou um trecho de 1,5 quilômetros entre os km 26 e 28 da Tamoios, em Paraibuna, conhecido como serrinha. Os problemas ocorreram entre o final de novembro e início de dezembro.

Crítico.
Trata-se de um dos pontos críticos da obra apontados por O VALE há quase um mês. O jornal percorreu a estrada na companhia do engenheiro Ronaldo Garcia.

A alteração no cronograma provocará a interrupção das obras em 19 de dezembro, para não afetar o movimento na estrada no final de ano. A previsão é que a Tamoios receba cerca de 30 mil veículos por dia entre o Natal e o Ano Novo, o dobro do tráfego normal.
As obras serão retomadas até 7 de janeiro, dependendo do movimento na estrada e das condições climáticas do início do ano.

Operações.
Segundo Saulo de Castro Abreu Filho, secretário de Estado de Transportes, o atraso não afetará o contrato da obra, que previa serviços até 15 de janeiro. Responsável pela duplicação do trecho de planalto, o consórcio Encalso S.A. Paulista não será punido.

O secretário disse ainda que todas as operações na pista serão suspensas para não afetar o tráfego no final de ano. “Não teremos operações Pare e Siga, cones e nem interrupções na pista. No trecho da serrinha, os motoristas terão duas faixas para descer e duas para subir. A rodovia estará duplicada”, disse.

Alterações.
Entre os km 26 e 28, a partir de 19 de dezembro, os motoristas usarão a pista nova da Tamoios para descer no sentido Litoral Norte e a pista velha, para seguir no sentido de São José dos Campos.

Hoje, as pistas têm um desnível de oito metros no trecho da serrinha, diferença que será retirada com a retomada das obras, em janeiro. “Teremos toda a sinalização necessária no local para orientar os motoristas. Não prevemos problemas”, ressaltou Abreu Filho.

Após o retorno dos trabalhos, a pista nova terá o trajeto modificado na serrinha, ligando-se a um viaduto que está sendo construído no local. A intenção é suavizar as curvas e atenuar a descida.

Laurence Casagrande Lourenço, presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A), explicou que o atraso da obra foi uma opção tomada para evitar transtornos para os usuários no período de festas.

“A engenharia pediu dois dias para concluir a pista nova na serrinha, mas teríamos que interromper o tráfego completamente. Por cautela, decidimos suspender as obras e retomar em janeiro, quando o movimento voltar ao normal.”

Segundo Lourenço, o trecho da serrinha precisará de uma semana de trabalhos ininterruptos em janeiro para ser concluído. Durante a fase de interrupção das obras, a velocidade máxima permitida na Tamoios continuará reduzida, de 80 km/h para 60 km/h.
De acordo com a Dersa, o limite só voltará ao normal após a entrega da rodovia.

 

Representantes da Dersa e do Estado anunciam suspensão da obra da Tamoios_Foto: Claudio Vieira
Saulo de Castro Abreu Filho (esq), secretário
de  Transporte, durante entrevista ontem
Foto: Claudio Vieira


 

Obra será concluída com custo extra de R$ 115 milhões 
Licitada por R$ 557,4 milhões no início do ano passado, a duplicação do trecho de planalto da Rodovia dos Tamoios, que tem 49 quilômetros, custará R$ 672,4 milhões.O custo extra de R$ 115 milhões, segundo a Secretaria de Estado dos Transportes, foi necessário para pagar “obras extras” pedidas.

O secretário Saulo de Castro Abreu Filho nega que a obra tenha ficado mais cara. “Tínhamos uma Tamoios e entregaremos uma outra Tamoios, muito melhor. Foram necessárias várias obras extras que encareceram o projeto inicial”, disse.

“Não se trata de aditamento do valor do contrato ou de erro nos cálculos. Foi mais serviço mesmo que teve que ser realizado pelo consórcio.”

Economia.
Mesmo com a alteração no valor, a Secretaria de Transportes disse que Estado manteve economia obtida na licitação, em torno de 32%. “Se pegarmos tudo que foi feito na obra até hoje e incluirmos na licitação de 2012, a economia que Estado conseguiu se manteria na casa de 32%”, afirmou Laurence Casagrande Lourenço, presidente da Dersa.

Segundo ele, foram necessárias obras extras para fazer acessos, troca da qualidade do asfalto usado na pavimentação e de barreiras no canteiro central. “O volume de rochas também exigiu um gasto extra com detonações e movimentações de pedras”, afirmou ele.

 

SAIBA MAIS SOBRE AS OBRAS NO PLANALTO DA TAMOIOS

Planalto
O trecho de planalto da Tamoios vai do km 11,5 (São José) ao km 60,48 (Paraibuna)

Obra
A duplicação do planalto começou em maio de 2012, ao custo de R$ 557,4 milhões

Entrega
A data inicial prevista pela Dersa para a entrega definitiva da duplicação era 16 de dezembro de 2013

Atraso
Chuvas entre o final de novembro e o início de dezembro e uma pane em duas máquinas causaram atraso na obra, que será finalizada em 15 de janeiro de 2014

Serrinha
As obras estão atrasadas num trecho de 1,5 km entre os km 26 e 28, na serrinha, em Paraibuna

Custo
O valor também subiu para R$ 672,4 milhões, R$ 115 milhões a mais do que o valor licitado

Extra
A Secretaria de Transportes diz que foram feiras obras extras que encareceram o projeto, como troca da qualidade da pavimentação e acessos

 

 

Comentários





Ué Casanova?! Não entendi seu comentário aí abaixo. Virou a casaca? Você não é um dos que chamavam de caipira e provincianos os que se posicionavam contra a verticalização desenfreada ou que faziam comentários contra certo investimentos fora de hora... dizia que quem não quisesse progresso que fosse morar no interior ou em um sítio?! Agora está reclamando... quer fazer omeletes sem quebrar ovos agora? Ou será que a diferença é se a iniciativa é tucana ou petista? Estou cansado de ver gente por aí que não admite em voz alta que é petista, mas que só elogia o que é PT e condena o que é tucano...

Por: Arkenstone, 12 December 2013 20:28

Ulysses. Será que o fato de a outra obra ser muito maior, pelo ganho de escala, o preço "unitário" não é menor? Ou talvez porque a ponte da Guadalupe tenha que ter sido contratada às pressas? Não querendo defender ninguém, apenas tentando evitar possíveis injustiças...

Por: Arkenstone, 12 December 2013 20:16

Lendo os comentários sobre o custo da obra, fiz uma continha rápida. R$ 672.000.000 / 49 km dão R$13.700.000,00/km ou R$ 13.714,00 /m linear. Multiplicando esse valor por 50 metros , valor exagerado até para a ponte da guadalupe, dá um valor de R$ 686.000,00. Como que pode o metro linear dessa pontinha como essa da guadalupe pode custar quase 3 vezes mais que o metro linear da Tamoios???

Por: Ulysses, 12 December 2013 19:57

Normalmente, uma empreiteira, joga o valor da obra para baixo, visando vencer a licitação com o menor preço. Com a obra em andamento, é mais fácil solicitar os aditamentos (A legislação permite até 25% de acréscimo, sem alterar o projeto da obra), para assim, obter lucro. É por esse motivo, por exemplo, que há construtoras que abandonam canteiros de obras, quando não conseguem os aditamentos de contrato. Existe o fato também, de variáveis, especialmente em obras cujo serviço irá demandar grande tempo de conclusão, que é a variação de preços de insumos no mercado, como brita, areia, etc... Outra questão, referente aos atrasos, além das construtoras, é o excesso de burocracia, que faz com que os recursos sejam empregados e/ou liberados mais lentamente. Isso é claro, sem me esquecer de inúmeras ações de caixa 2, desvios de recursos, já que executar obras públicas, é uma das maneiras mais fáceis de se desviar dinheiro.

Por: Jeferson, 12 December 2013 17:42

Gostaria de saber por que TODA obra púlbica no Brasil sofre atrasos na entrega e aditivos no valor. Por que nenhuma obra é calculada com valor e prazo correto? Alguém consegue me esclarecer?

Por: Simone - SJC, 12 December 2013 17:21

UMA VERGONHA. Qualquer leigo que passar pela Tamoios, sabe que no ritmo que está, somente em abril/2014, poderá ser inaugurada parcialmente. Uma vergonha o pare e siga a cada 5 km, para mostrar trabalho aos turistas, enquanto os caminhões com mercadorias para abastecer o litoral, fazem fila e são obrigados a ficarem parados também, mesmo com produtos pereciveis

Por: Vovo Alcides, 12 December 2013 13:07

O Guido Margarina, tirou o Air Bag e ABS dos Carros . Eles querem q o povão morra nas estradas!! ( 40.000 mortes por ano!)... noutro extremo, A NOVA TAMOIOS poupará MUITAS vidas e melhorará essa estatística horrível. Então virá um iluminado petista falar que houve redução das mortes no transito. Que o governo federal "trabalha" e Que o Air bag e ABS não impactaram, porque eles distribuiram uma cartilha de orientação de transito (com a turma da monica rs) que conscientizou o motorista e "reduziu" as mortes ahahaha VOTEM! VOTEM! CAMBADA!! ahahahah

Por: Emerson, 12 December 2013 12:08

Cara faz. não é a toa que seria reeleito no primeiro turno (Datafolhan mostrou +50%das intenções de votos validos). O careca enfrentou ambientalistas, desapropriações, políticos da oposição que querem seu quinhão, agora as chuvas, prazo apertado. Taí a rodovia duplicada. O VALE do paraíba agradece a seu filho ilustre. Se a dilma usar 10% dos 19 bilhoes de privatização dos dois ultimos aeroportos daria pra fazer 5 Tamoios... MAS... KD O $$ dna Dilma??? Aprende aeee com nos paulistas.

Por: Emerson, 12 December 2013 11:13

Sr.Eugenio de Araújo Silva,12/12/2013 09:46, bom dia! Que o diga o escândalo do Metrô de São Paulo. Tem bicudos aí com a barbinha de molho.... Como disse recentemente o renomado jornalista Boechat da TV Bandeirantes; "tá na hora do Supremo Tribunal Federal, Ministro Joaquim Barbosa aproveitar a "deixa" e investigar o mensalão tucano, bem mais antigo do que o do PT e botar quem de direito também na cadeia".

Por: CASANOVA, 12 December 2013 10:41

Restando 1,5 Km o trecho de planalto está pronto. Provavelmente o governo não quis correr o risco de acelerar demais no final e, comprometer a obra paralelamente ao trafego intenso de fim de ano. O momento é de focar na segurança mesmo. É possível ver a diferença de empresa que tem mão de obra, equipamento, caminhão, guindaste e o que for preciso para cumprir prazo. Bem diferente do viaduto da Kanebo e outras coisinhas que se encontram por aí.

Por: Clovis Teixeira, 12 December 2013 10:29

Por que será, hein, que no Brasil por mais que as obras sejam tocadas por partidos "A", "B", "C", etc sempre terminam com alguns milhões a mais do valor previsto inicialmente? Por que?

Por: Eugenio de Araujo Silva, 12 December 2013 09:46

Se formos reclamar de tudo na vida, devemos repensar nossos conceitos, não sair de casa, abdicar de shoppings, cinemas, parques, zoológicos, cachoeiras, praias, enfim tudo em nossa vida passa por filas, preços de nível desadequado, estradas lotadas, ignóbeis ao volante, enfim todo progresso vem em conjunto o transtorno, depois passa, quando o então governador Paulo Maluf falou em construir a conhecida Rodovia Trabalhadores, hoje Ayrton Senna, muitos diziam que era faraônica e doideira, hoje quem a conhece já sabe do que falo, quanto a Tamoios, esperamos tanto tempo pela duplicação, e hoje o Governador que trabalha, Geraldo Alckmin está concluindo, para mim se ficar pronta até no feriado de finados de 2014 está ótimo, ainda vamos usufruir muito dela, e agradece-lo por colocar em prática algo que ficou muito tempo no papel, e se alguém não quiser ficar fritando dentro do carro, saia de madrugada, eu vou para Ilhabela no Ano Novo, se Deus quiser, e ainda assim estarei contente com a estrada, parcialmente ou não duplicada, ela estará sempre lá servindo a todos e a nós joseense, que temos o privilégio de morar próximo do litoral norte.

Por: Andre Kiel, 12 December 2013 08:23

Completando: Quando do anúncio do governador, sobre a entrega antecipada das (trecho) obras da Rod. dos Tamoios.

Por: CASANOVA, 12 December 2013 08:11

Curioso, um dia depois do anúncio pelo governo estadual (Geraldo Alckmin), aqui em São José dos Campos, quando da inauguração da "Pedra Fundamental" do acesso Rod. dos Tamoios x Aeroporto, fui à Paraibuna buscar cachaça no famoso Alambique do Compadre (Bairro Capim de Angola). E nessa curta distância da minha casa ao referido alambique, parei 3 vezes na estrada, com +/- 30 à 50 minutos de espera, devido à manobras dos caminhões e /ou serviços na própria estrada. Sob um calor de mais de 35 graus parado dentro do carro, em pleno meio-dia, jurei que só depois do carnaval, eu retornarei ao referido alambique ou mesmo à Paraibuna, por causa das obras na estrada. Antigamente antes das referidas obras, eu não gastava mais que 25, 30 minutos para chegar até o alambique. Naquele dia, levei 2 horas e meia pra fazer o mesmo trajeto. Eu fico pensando, o que deverão passar aqueles que (de novo) irão insistir em passar o natal ou o ano novo no litoral norte. Tenha pena desse pessoal, principalmente, das crianças e idosos, que deverão perecer parados dentro dos carros por longas e longas horas.

Por: CASANOVA, 12 December 2013 08:02

So quero saber o seguinte, a uns 20 dias ou mais estava chovendo e o pessoal estava colocanco asfalto na chuva e a ordem era para nao parar pois p GOVERNADOR nao queria atrasar a entrega... Vao retirar o asfalto ruim ou nao...

Por: Joseense, 11 December 2013 23:21

Desde antes do feriado do dia 15/Nov que é mais do que visível que a obra não ficaria pronta antes do prazo previsto !!!

Por: Hfonseca, 11 December 2013 19:07

Maravilha será a Paulistada descendo para o Litoral. Congestionamentos gigantes ,irão acontecer, prepare as suas coxinhas, frango assado, farofa e torradas (coisa de Paulista) AH! e bóia também. rsrsrsrsrsrsr

Por: Alberto, 11 December 2013 18:19

Decisão perfeita. Parabéns Estadista Geraldo Alckimin.

Por: Homem Culto, 11 December 2013 17:39