Filho de traficante do PCC e mais 2 são excutados

São José dos Campos

O filho de João Cabeludo, considerado o maior traficante da região e membro do PCC (Primeiro Comando da Capital), foi executado na madrugada desta quinta-feira após uma discussão em uma boate de Jacareí.  Tuco, como é conhecido João Paulo Ferraz, de 33 anos, e mais dois amigos foram alvejados com 19 tiros.

A morte de Tuco levou o terror ao Jardim da Granja, zona leste de São José, território que seria dominado pelo traficante João Ferraz Neto,o João Cabeludo.  Os traficantes determinaram toque de recolher nas escolas do bairro em luto pela morte de Tuco.

A polícia informou que o autor do crime já foi identificado, mas está foragido. O nome do suspeito não foi revelado, mas ele seria de uma quadrilha rival de Tuco e os desentimentos entre os dois grupos vinham ocorrendo havia pelo menos um ano.

Tuco, Maurício de Oliveira Silva, de 41 anos, e Marcos Vinícius Nogueira, de 41, estavam em um baile funk na casa noturna Mandalla's, no centro de Jacareí, quando começaram a discutir com o integrante da quadrilha rival, segundo apurou a polícia, que afirmou já ter ouvido várias testemunhas. O motivo da discussão não foi informado.

Logo depois da discussão, por volta das 3h30, Tuco e os amigos saíram da boate e, quando chegaram no carro, foram executados.

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) investiga o caso. Com estas três mortes, Jacareí já soma pelo menos cinco homicídios este mês. 

Cabeludo. De acordo com a Polícia Civil, o pai de Tuco é João Ferraz Neto,o João Cabeludo,  que está foragido. Ele estaria condenado a mais de 500 anos de prisão e ainda  comandaria o tráfico de drogas na zona leste de São José. Ele é apontado como um dos líderes no Vale do Paraíba do PCC e  integra a lista dos mais procurados da Polícia Civil de São José

 

Comentários





Foi tarde. Chumbo neles !

Por: Wellington, 14 March 2013 20:15

Nossa aquele bairro está assim ?

Por: Giuliano Oliveira, 14 March 2013 18:21

corrijam aí, na chamada para a notícia está assim: "Filho de João Cabeludo e outros dois foram executados em Jacareí após discutir com integrante de um grupo rival; morte gerou terro no Jardim da Granja, em São José " terro ao invés de TERROR.

Por: Luis, 14 March 2013 16:11

espero que sejam todos presos, mas os mortos não farão falta a população de bem.

Por: Luis, 14 March 2013 16:06