São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Home
January 4, 2017 - 17:28

Felicio veta lista e Justiça determina administrador provisório para a FCCR

Fundação Cultural Cassiano Ricardo FCCR

Foto: Claudio Vieira / OVALE

 Fachada da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, de São José

Claudio Vieira/OVALE

João Paulo Sardinha
São José dos Campos

O advogado Aldo Zonzini Filho, ex-secretário de Assuntos Jurídicos no governo do ex-prefeito Eduardo Cury (PSDB), comandará a Fundação Cultural Cassiano Ricardo por até seis meses.

A Justiça nomeou Zonzini como administrador provisório da entidade, após o prefeito Felicio Ramuth (PSDB) vetar a lista tríplice para definição do presidente. Caberá ao gestor conduzir o processo de definição do novo mandatário.

O advogado fica à frente da FCCR por quatro meses, prorrogáveis por mais dois.
A lista tríplice havia sido criada por meio de votação do Conselho Deliberativo. André Ravasco, Vicente Cioffi e Washington Freitas foram os escolhidos.

Felicio, no entanto, queria alguém[ alinhado a seu projeto e fez valer o direito de vetar os nomes. “O processo foi conturbado. O Conselho poderia ter nos consultado a respeito da inclusão de um nome, como foi com em 2012, com o Alcemir Palma. Só me restou negar a lista”, afirmou Felicio.

O prefeito já conversou com Zonzini para dar orientações. “Pedi que assuma com a mesma missão de outros secretários, fazendo levantamento de contratos e pagamento de funcionários.”

Repercussão. Integrantes da lista disseram respeitar a decisão. “Eu tinha o desejo de assumir, mas tinha consciência que o prefeito poderia recusar”, disse Washington Freitas. “Rejeitar é um direito. Mas qual é o conhecimento desse gestor em cultura? A cultura fica estacionada por seis meses?”, questionou André Ravasco. 

  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Imóveis, Veículos e Diversos

Brasil

Mundo