Logo Jornal OVALE

Ligada a igreja de São José é indicada por Vélez para secretaria executiva do MEC

Agência Brasil | [email protected]

O ministro da Educação, Ricardo Vélez, anunciou hoje (13), pelo Twitter, que a secretária executiva do MEC será Iolene Lima, ligada a Igreja da Cidade e ex-diretora do Colégio Inspire de São José dos Campos.

"De volta a Brasília, confirmo que Iolene Lima, da Secretaria de Educação Básica, assumirá a Secretaria Executiva do Ministério da Educação", disse pela rede social, após participar do velório das vítimas da tragédia na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (SP).

Pela rede social, a nova secretária-executiva do MEC agradeceu ao ministro e ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). “Dediquei minha vida para a área da educação e me sinto honrada. É com grande dedicação que assumo essa responsabilidade importante para a educação do nosso país”, afirmou.

No último dia 12, o ministro havia anunciado a substituição de Luís Antônio Tozi, que ocupava o cargo de secretário executivo do MEC, por Rubens Barreto da Silva, secretário executivo adjunto. Ex-diretor da Fatec (Faculdade de Tecnologia) de São José dos Campos, Tozi era considerado um representante da "equipe técnica" do ministério. Barreto, que é de São José e atuou com Tozi na Fatec, não chegou a assumir a secretaria. 

Segundo fontes do governo, ambos estariam "na rota de choque" a um grupo rival, dentro da pasta, de seguidores do escritor Olavo de Carvalho, espécie de guru do presidente Jair Bolsonaro.

Um dia antes, seis funcionários comissionados da pasta foram exonerados. Na última terça-feira (12), o ministro reuniu-se pelo terceiro dia consecutivo com o presidente Jair Bolsonaro.