Logo Jornal OVALE

Taubaté perde a invencibilidade em casa

Marcos Eduardo Carvalho | [email protected]

O Taubaté decepcionou o torcedor e perdeu para o Linense por 2 a 1 neste domingo de manhã, no estádio Joaquinzão, pela sexta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A-2. Foi a primeira derrota em casa da equipe da região, enquanto o time de Lins segue com 100% de aproveitamento fora de casa.

Com o resultado, o Burro da Central despenca da vice-liderança para o quinto lugar da classificação geral, com 10 pontos e foi ultrapassado pelo próprio Linense, que chegou a 11 pontos.

Agora, o time da região, comandado pelo técnico Marcelo Martelotte, volta a jogar em casa na quarta-feira, quando recebe o Atibaia, a partir das 20h.

O Linense começou melhor e logo aos 5min quase abriu o placar, quando Gedeilson chegou a driblar o goleiro Rafael Roballo, mas, com o gol aberto, foi travado providencialmente pelo volante Moradei.

O time da região tinha dificuldades para buscar o ataque, já que a defesa dos visitantes estava bem postada e fechava os espaços. Aos 24min, o Linense teve uma baixa, perdendo o lateral-direito João Paulo, machucado, que foi substituído por Felipe.

Mesmo assim, o Burrão não conseguia chegar com perigo e o Linense, mesmo como visitante, ficava mais tempo com a bola nos pés. O time da região criou a primeira chance aos 36min, quando o atacante Eduardo achou espaço pela esquerda, limpou e chutou forte; o goleiro Igor fez difícil defesa.

Antes do intervalo, o Linense perdeu outro jogador por lesão. O meia Diego Silva, após se chocar com Cesinha, do Taubaté, sofreu uma lesão no nariz e precisou ser substituído por Diego Felipe. O atleta foi levado de ambulância ao hospital e, mesmo nos acréscimos do primeiro tempo, o árbitro optou por paralisar a partida, que ficou parada até o retorno do veículo.

O árbitro, ao invés de encerrar o primeiro tempo com a saída da ambulância, aos 47min, esperou o veículo voltar, a bola rolou mais um minuto e meio e, em seguida, encerrou a primeira etapa.

O segundo tempo começou mais agitado, mais movimentado e com mais velocidade. E o Taubaté abriu o placar aos 4min, de cabeça, após cobrança de escanteio da direita, quando ele mandou a bola no canto direito do goleiro Igor.

O gol mudou completamente o panorama da partida. O Linense, que antes dominava o meio de campo e tocava melhor a bola, sentiu muito a adversidade. E o Taubaté cresceu na partida, passou a dominar as ações e começou a criar outras chances.

Mas, quando o Burro da Central estava melhor, o time visitante chegou ao empate. Aos 19min, Wellington cobrou falta da intermediária, lançou a bola para a grande área e Diego Felipe, aquele que entrou no primeiro tempo, subiu de cabeça, aproveitou bobeada da zaga taubateana e mandou para o fundo do gol: 1 a 1. 

Pouco tempo depois, aos 26min, Gedeilson aproveitou cruzamento da esquerda, surgiu em meio à zaga do Taubaté, que novamente deu um apagão, e chutou de primeira, no meio do gol, virando a partida. O time da região sentiu o golpe e caiu de produção.

Os visitantes tiveram a chance de ampliar aos 34min, em outro contra-ataque, mas desta vez Rafael Roballo fez a defesa. 

O Taubaté, depois, não teve mais forças para buscar o gol de empate e amargou o revés em casa.

Ficha técnica

Taubaté

Rafael Roballo; Jean (Lima), Cesinha, Henrique e Samuel; Moradei (Claudinho), Elivelton, Erik e Juninho; Eduardo (Jeffinho) e Ricardinho. Técnico: Rafael Roballo

Linense

Igor; João Paulo (Felipe), Magno e Wellington (Franco); Gedeilson, Vinicius, Diego Silva (Diego Felipe), Henrique e Kássio; Thiago Humberto e Raul. Técnico: Júlio Sérgio

Gols: Cesinha, aos 4min,Diego Felipe aos 19min e Gedeilson aos 26min do 2º tempo. Árbitro: Ilberto Estevam da Silva. Cartão amarelo: Lima (T); Raul (L). Local: Estádio Joaquinzão, em Taubaté. Público: 1.579 pagantes. Renda: R$ 26.378