Logo Jornal OVALE

Na mira do MP, construção do Arco entra em nova fase

Vitrine. Ponte Estaiada ficará entre as avenidas São João e Jorge Zarur
Questionada, construção da Ponte Estaiada entra em nova fase; Ministério Público quer que Justiça barre projeto na cidade

Da redação @jornalovale | @jornalovale

A Prefeitura de São José dos Campos iniciou nesta semana as obras de fundações da ponte estaiada, no entroncamento entre as avenidas Jorge Zarur, São João e Cassiano Ricardo.

De acordo com a gestão municipal, a empresa responsável pela obra, Queiroz Galvão, está cravando as estacas para proteger os taludes na área das fundações. Paralelamente, estão sendo montadas as ferragens no canteiro de obras.

A ponte estaiada terá dois viadutos na rotatória do Jardim Colinas.

Em formato de X, os acessos terão comprimento de 267 metros (inferior) e 349 metros (superior), com mastro central de 100 metros de altura.

O empreendimento tem valor de R$ 48.517.713,91, que foram financiados pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

EMBATE.

Nesta semana, o Ministério Público ingressou com uma ação para pedir que a Justiça suspenda a obra, em caráter liminar.

Na ação, a Promotoria aponta que o projeto prioriza transporte individual e não coletivo, que não há estudos que comprovem que a ponte estaiada seria a melhor solução para o problema de trânsito no local. Especialistas ouvidos pelo MP apontaram outros projetos que seriam mais eficientes e custariam até um terço dos R$ 48,5 milhões que o governo tucano prevê gastar com a obra..