São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
+ Design
Dezembro 28, 2018 - 19:05

'Muitas mulheres chegam aqui sem saber que estão grávidas', diz diretora da P-2


ATENDIMENTO. Segundo a enfermeira Lygia Maria Alvarenga Toledo, diretora do Centro de Reintegração e Atendimento à Saúde na Penitenciária Feminina 2 de Tremembé, muitas mulheres chegam à unidade sem saber que estão grávidas, o que torna a vida delas mais difícil na prisão e exige um atendimento diferenciado. "Muitas vezes [a mulher] não tem ideia de que está grávida. Usuárias de crack não menstruam e costumam ter relação sexual desprotegida, e às vezes chegam grávidas [à penitenciária]", diz Lygia. "As presas podem engravidar na saidinha também, mas muitas optam por não engravidar nesse período de recolhimento".

As grávidas são acompanhadas desde o início e, quando entram no 8º mês, vão para uma ala específica na penitenciária..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

promessômetro