São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Dezembro 05, 2018 - 21:44

Luizinho e Peixoto vão iniciar execução de penas alternativas em Taubaté

Roberto Peixoto, ex-prefeito de Taubaté

Roberto Peixoto, ex-prefeito de Taubaté

Foto: Arquivo

Condenados por crimes previstos na Lei de Licitações, os dois terão que prestar 1.080 horas de serviços à comunidade

Da redaçã[email protected]

A Justiça de Taubaté determinou que o ex-prefeito Roberto Peixoto e o ex-vereador Luizinho da Farmácia iniciem o cumprimento das penas por terem sido condenados por crimes previstos na Lei de Licitações.

Condenados a três anos de detenção, eles tiveram as penas substituídas por alternativas, e terão que prestar serviços à comunidade.

Os dois terão que prestar 1.080 horas de serviços, que serão definidos pela CPMA (Central de Penas e Medidas Alternativas).

Caso descumpram a decisão, poderão ser presos. Peixoto ainda terá que pagar multa de aproximadamente R$ 10 mil.

CRIME.

Segundo a denúncia do Ministério Público, a irregularidade ocorreu no ano de 2012, quando Luizinho era o presidente da Câmara e Peixoto estava no último ano do segundo mandato como prefeito.

Naquele ano, a Câmara comprou carros novos e decidiu transferir 12 veículos antigos para a prefeitura. No entanto, apenas nove foram enviados.

Após autorização por escrito de Peixoto, Luizinho entregou os outros carros a três entidades da cidade: Casa São Francisco de Idosos de Taubaté, Atucat (Associação dos Templos de Umbanda e Candomblé de Taubaté e Região) e Associação Valeparaibana de Ostomizados.

De acordo com o MP, as doações foram ilegais. Primeiro motivo: não pode haver doação de bens públicos em ano eleitoral. Segundo: a alienação de bens públicos deverá ocorrer via licitação. Terceiro: doações para entidades beneficentes devem ser precedidas de processo em que se comprove o uso social, o que não houve.

Os carros estavam avaliados em R$ 77.930 na época..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO