São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Dezembro 14, 2018 - 21:34

Oferta de consultas em São José pelo SUS tem alta de quase 15%

UBS Resolve Altos de Santana

Saúde. Prefeitura de São José ressalta a contratação de médicos e reforço de parcerias com clínicas

Foto: /PMSJC

Total de consultas médicas pelo Sistema Único de Saúde, oferecidas pela Prefeitura joseense, teve um aumento no período, segundo dados divulgados; consultas de especialidade continuam tendo fila de espera na cidade

Thais [email protected]_thaisperez

A Prefeitura de São José dos Campos teve um aumento de quase 15% na oferta de consultas do SUS (Sistema único de Saúde) na comparação dos períodos entre janeiro e outubro de 2017 e 2018.

Neste ano, foram oferecidas 1.784.958 de janeiro a outubro, o que representa um número de 5.872 por dia e uma média mensal de 178.495 consultas médicas.

Em 2017, o número de consultas foi de 1.556.318 no mesmo período, o que representa um aumento de 14,69%.

Na atenção básica, foram ofertadas 487.749 consultas de janeiro a outubro, contra 381.441 no mesmo período do ano passado - um aumento de 27,87%.

Já as consultas de urgência aumentaram 13,8% - 999.706 nos primeiros 10 meses deste ano e 877.896 no mesmo período do ano passado.

Segundo a Secretaria de Saúde da prefeitura, o aumento de consultas é resultado da implantação do programa de credenciamento de médicos para a atenção básica e secundária, a realização de concursos públicos e o reforço das parcerias, entre outras.

As consultas são realizadas diariamente nas 40 UBS's (Unidades Básicas de Saúde), nas oito UPA's (Unidade de Pronto Atendimento), na UES (Unidade de Especialidades de Saúde), no Hospital Municipal, nos quatro Caps's (Centros de Atenção Psicossocial), nas quatro Unidades Avançadas e nas clínicas e hospitais credenciados da cidade.

Consultas de especialidades tiveram menos aumento na comparação entre períodos

As consultas médicas especializadas foram as que menos tiveram aumento.

De acordo com a prefeitura, em 2018, foram 297.503 em 2018 e 296.981 em 2017, o que representa um aumento de apenas 0,18%. Segundo a gestão, as especialidades que mais tem demanda na rede pública são das de oftalmologia e gastroenterologia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO