São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Novembro 06, 2018 - 22:29

Militares do Vale ficam no Rio até o fim da intervenção, afirma Exército

Exército

Exército

Foto: /Tomaz Silva/Agência Brasil

Tropa empregada atualmente é composta pela Força-Tarefa Itororó, que concentra os militares do 5º Batalhão de Infantaria Leve, de Lorena, com o apoio de militares das demais organizações militares da 12ª Brigada Aeromóvel

Xandu [email protected]

A 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), sediada em Caçapava, informou que militares do Vale do Paraíba continuarão apoiando a intervenção federal na segurança pública no estado Rio de Janeiro até o término do decreto presidencial, que ocorrerá no dia 31 de dezembro.

Eles estão servindo na capital fluminense desde abril deste ano, após solicitação do Comando Conjunto da Intervenção e designação do Comando Militar do Leste.

O Rio de Janeiro está sob intervenção federal desde 16 de fevereiro deste ano.

De acordo com a 12ª Brigada, a tropa empregada no momento é composta pela Força-Tarefa Itororó, composta por militares do 5º Batalhão de Infantaria Leve, de Lorena, com apoio de militares das demais organizações militares da Brigada.

Os rodízios acontecem a cada 30 dias de operação. A tropa de Lorena será substituída por outra tropa da 12ª Brigada, informou o Exército.

"Já foram realizados seis rodízios de tropas da Brigada Aeromóvel, que permanece apoiando a Intervenção Federal até o encerramento, previsto para 31 de dezembro", informou o major Anderson Yury Rodrigues, oficial de Comunicação Social da 12ª Brigada.

O contingente da região é formado por aproximadamente 450 homens, com um total de 80 viaturas e 10 motos, além de apoio de helicópteros do Cavex (Comando de Aviação do Exército), de Taubaté.

Tropas atuam em patrulhamento de rodovias e ações especiais do Comando

A 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) informou que o contingente de militares do Vale do Paraíba tem atuado em patrulhamentos em rodovias federais e estaduais no Rio de Janeiro, nas ações da intervenção federal. Também tem agido em operações especiais sob o Comando Conjunto do Gabinete de Intervenção Federal.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO