São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Agosto 04, 2018 - 00:17

Entre as primeiras escolas republicanas do Estado, Ruy Barbosa em Caçapava será centro cultural

projeto

projeto

Foto: /Divulgação

Paula Maria [email protected]

Cento e treze anos depois de sua construção, o prédio que abrigou o grupo escolar Ruy Barbosa, na região central de Caçapava, será aberto a população, agora como um centro cultural.

Segundo a atual administração, o local que funcionou como uma escola estadual até 2010 passará por reformas e restauros ao longo deste segundo semestre e deverá ser reaberto em definitivo no próximo ano.

Com um projeto ousado inspirado na Casa do Saber, centro de debates e disseminação do conhecimento em São Paulo, o futuro Centro Cultural Ruy Barbosa abrigará a Academia Caçapavense de Letras, a Biblioteca Pública Edgard Portes e oferecerá atividades de música e literatura, entre outras.

"Fizemos já uma higienização completa do prédio e nesta semana realizamos um inventário das obras necessárias para a recuperação do edifício", afirmou Fabrício Correia, secretário de Cultura, Esportes e Lazer de Caçapava.

Tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), desde 2010, o espaço, de propriedade do Estado de São Paulo, será doado ao município, segundo a FDE (Fundação Para o Desenvolvimento da Educação), órgão do Governo do Estado de São Paulo responsável por viabilizar a execução das políticas educacionais definidas pela Secretaria da Educação.

"Assumimos o compromisso de fazer uma reforma o mais breve possível. É uma forma ainda de manter viva a memória daquela que foi uma das primeiras escolas republicanas do Estado de São Paulo", afirmou Luis Sobral, presidente da FDE, em vídeo publicado no Facebook.

Estima-se que o custo necessário para o restauro e a reforma do prédio é de R$ 1 milhão. Mas, a administração caçapavense já informou que provavelmente não conseguirá investir esse valor.

"Devemos conseguir algo próximo de R$ 330 mil (teto) pela FDE, que vamos usar para reformas estruturais (telhado, forro e assoalho); e a prefeitura deve investir algo em torno de R$ 250 mil para a troca de vidros, a pintura e o paisagismo. Não podemos afirmar com certeza, porque ainda estamos estudando o projeto", disse Correia.

A conclusão da doação do espaço será feita após o período eleitoral. O projeto de restauro havia sido encaminhado pela prefeitura em 2009 ao Condephaat, e autorizado em 2013.

No dia 19 de setembro, ocorrerá no local a abertura da Jornada do Patrimônio e será anunciado oficialmente a implementação do centro cultural.

História.

Construída em 1905 com projeto de José Van Humbeeck, o Grupo Escolar Ruy Barbosa é parte de um conjunto de 126 escolas públicas construídas pelo Governo do Estado de São Paulo entre 1890 e 1930. E, segundo publicação no Diário Oficial na ocasião do tombamento, sua edificação expressa o modelo de política pública educacional durante a Primeira República.

São, ao todo 300 metros quadrados. E a organização espacial foi concebida de acordo com recomendações de higiene, insolação e ventilação vigentes na época. Na sua planta há um pátio interno grande e, ao redor, se distribuem dez salas de aula.

Quando inaugurada, em 1907, a escola oferecia turmas de 1ª a 5ª séries para meninos e apenas de 1ª a 3ª para meninas. Foi a terceira escola para mulheres de Caçapava..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO