São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Agosto 06, 2018 - 23:40

MP diz que desconhece citações a Shake em auditoria do Executivo sobre esquema na SSM

2

2

Foto: Divulgação

Promotoria afirma desconhecer citações a ex-presidente da Câmara em suposto esquema na SSM; gravação de conversa que foi base para denúncia cita nome do candidato ao Paço em 2016 ao menos cinco vezes

Caique Toledo e Thais [email protected]

Responsável pela ação que apontou um esquema de corrupção na antiga SSM (Secretaria de Serviços Municipais) da Prefeitura de São José, o Ministério Público afirma desconhecer qualquer apontamento relativo ao ex-presidente da Câmara Shakespeare Carvalho (PRB).

O ex-vereador, que foi candidato ao Paço Municipal em 2016, é citado na sindicância que se tornou base para a denúncia do MP e na transcrição de áudio utilizada como prova pela acusação. Ele, no entanto, não foi denunciado pela Promotoria.

Em contato com a reportagem, a promotora Ana Cristina Ioratti Chami afirmou que "até o presente momento", "desconhece qualquer apontamento em tal sentido" relacionado ao antigo parlamentar.

Nas gravações e na auditoria, Shake é citado como um dos envolvidos no esquema, que teria rendido até R$ 40 mil/mês aos envolvidos. Na ação civil, o Ministério Público pede que os denunciados indenizem o município em R$ 900 mil.

GRAVAÇÃO.

O nome do ex-vereador é citado na conversa entre Edmar Pereira e João da Cunha 'Alemão', em que Pereira supostamente teria convidado Alemão para participar de um esquema de superfaturamento na solicitação de materiais durante os anos de 2014 e 2015.

A auditoria, iniciada na própria gestão Carlinhos Almeida (PT), apontou que funcionários da SSM teriam feito notas fiscais com informações falsas ou incorretas sobre o fornecimento de materiais. Durante a conversa, o nome de Shakespeare é citado cinco vezes.

De acordo com a conversa gravada, por orientação de Shakespeare, Pereira teria pedido para Alemão participar do esquema. Na transcrição do áudio, que consta na auditoria geral realizada pela prefeitura, Pereira diz que "o Shake pediu para conversar com o Alemão", além de citar que o ex-vereador teria feito o remanejamento de funcionários na SSM.

Durante a conversa, Pereira também teria dito que o ex-vereador "sempre acompanhou tudo isso aí", referindo-se à administração da regional. Edmar Pereira não foi localizado pela reportagem.

OUTRO LADO.

Shake, que nega qualquer envolvimento, publicou em suas redes sociais um vídeo falando sobre o caso. Ele diz que espera de tudo "em campanha eleitoral", lembra que seu nome não é citado pelo MP e diz que mentiras são a maneira que a velha política tem para "se manter no poder"..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO